sicnot

Perfil

País

Homem morre ao ser colhido por toiro em largada na Moita

Um homem, com cerca de 70 anos, morreu hoje depois de ter sido colhido por um toiro na largada que decorreu na Moita, distrito de Setúbal, no âmbito das festas em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem.

A vítima foi colhida por um toiro na parte de baixo da avenida Dr. Teófilo Braga, perto de uma zona conhecida pelo Bar da Barafunda.

"Sabemos que o homem, com cerca de 70 anos, foi apanhado pelo toiro. Era uma pessoa que apesar de não ser da Moita, costumava vir às largadas e ficava sempre na mesma zona. Foi assistido no local e transportado ao hospital do Barreiro ainda com vida, mas acabou por falecer", disse à Lusa Clarisse Santos, da Comissão de Festas da Moita.

Na avenida principal da Moita, são largados três toiros, num evento que atrai milhares de pessoas ao concelho, com muitas tradições ligadas à tauromaquia.

Também no ano passado morreram dois homens durante as largadas das Festas da Moita depois de terem sido colhidos por toiros.

As largadas de toiros regressam à avenida na manhã de quarta-feira, pelas 10:00. Até ao fim das Festas da Moita, que terminam a 20 de setembro, estão previstas mais seis largadas de toiros.

"As largadas vão continuar, até porque são apenas uma parte das Festas da Moita. Aproveito para lamentar este triste acidente e endereçar as condolências à família", concluiu Clarisse Santos.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47