sicnot

Perfil

País

Homem morre ao ser colhido por toiro em largada na Moita

Um homem, com cerca de 70 anos, morreu hoje depois de ter sido colhido por um toiro na largada que decorreu na Moita, distrito de Setúbal, no âmbito das festas em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem.

A vítima foi colhida por um toiro na parte de baixo da avenida Dr. Teófilo Braga, perto de uma zona conhecida pelo Bar da Barafunda.

"Sabemos que o homem, com cerca de 70 anos, foi apanhado pelo toiro. Era uma pessoa que apesar de não ser da Moita, costumava vir às largadas e ficava sempre na mesma zona. Foi assistido no local e transportado ao hospital do Barreiro ainda com vida, mas acabou por falecer", disse à Lusa Clarisse Santos, da Comissão de Festas da Moita.

Na avenida principal da Moita, são largados três toiros, num evento que atrai milhares de pessoas ao concelho, com muitas tradições ligadas à tauromaquia.

Também no ano passado morreram dois homens durante as largadas das Festas da Moita depois de terem sido colhidos por toiros.

As largadas de toiros regressam à avenida na manhã de quarta-feira, pelas 10:00. Até ao fim das Festas da Moita, que terminam a 20 de setembro, estão previstas mais seis largadas de toiros.

"As largadas vão continuar, até porque são apenas uma parte das Festas da Moita. Aproveito para lamentar este triste acidente e endereçar as condolências à família", concluiu Clarisse Santos.

Lusa

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Luz ultravioleta converte dióxido de carbono em metano

    Mundo

    Investigadores da Universidade Duke, nos Estados Unidos, criaram nanopartículas (partículas microscópicas) que ajudam a converter o dióxido de carbono (gás poluente) em metano (combustível) usando apenas luz ultravioleta como fonte de energia.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira