sicnot

Perfil

País

Dez distritos do continente sob aviso laranja devido à chuva e vento forte

Dez distritos do continente estão hoje sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de chuva e vento forte, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© Eloy Alonso / Reuters


De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Vila Real, Viseu, Bragança, Guarda e Castelo Branco estão sob aviso laranja devido à previsão de chuva persistente, passando a regime de aguaceiros e acompanhados de trovoadas e vento forte com rajadas da ordem 120 quilómetros por hora nas terras altas, sendo de 90 quilómetros por hora no litoral.

O aviso laranja está em vigor desde as 02:00 e termina às 09:00 de hoje, altura em que aqueles dez distritos passarão a aviso amarelo.

O IPMA colocou também os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Lisboa, Setúbal e Coimbra sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte com ondas com 4 a 5 metros entre as 02:00 e as 18:00 de hoje.

O mau tempo que se fez sentir na terça-feira no norte do país e que levou o IPMA a emitir aviso vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, provocou pequenos deslizamentos de terras, inundações e quedas de árvores e ramos.

O aviso laranja é o segundo mais grave numa escala de quatro e implica uma situação meteorológica de risco moderado a elevado.

Já o aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades que dependem do estado do tempo.

O instituto prevê para hoje nas regiões do norte e centro do continente céu geralmente muito nublado, períodos de chuva, por vezes forte, passando gradualmente a regime de aguaceiros, que poderão ser por vezes fortes e acompanhados de trovoada no Minho e Douro Litoral.

Está também previsto vento moderado do quadrante oeste, soprando moderado a forte com rajadas até 90 quilómetros por hora no litoral até ao início da manhã e forte com rajadas até 100/120 quilómetros por hora nas terras altas até meio da tarde.

A previsão aponta ainda para subida da temperatura mínima.

No sul prevê-se céu geralmente muito nublado, diminuindo gradualmente de nebulosidade a partir da tarde, períodos de chuva, passando gradualmente a regime de aguaceiros fracos, vento moderado do quadrante oeste, soprando moderado a forte no litoral e terras altas até meio da tarde e subida da temperatura mínima.

Em Lisboa as temperaturas vão variar entre 20 e 23 graus Celsius, no Porto entre 16 e 19, em Braga entre 15 e 18, em Viana do Castelo entre 14 e 18, em Viseu e em Bragança entre 13 e 16, em Vila Real entre 14 e 16, na Guarda entre 14 e 14, em Castelo Branco entre 16 e 20, em Coimbra entre 17 e 19, em Leiria entre 17 e 21, em Évora entre 15 e 22, em Beja entre 19 e 23, em Santarém e em Faro entre 19 e 22.

Lusa

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.