sicnot

Perfil

País

Mau tempo causou incidentes sem danos significativos no Porto

A chuva e o vento forte provocaram no início da madrugada de hoje quedas de 23 árvores, algumas de grande porte, inundações e quedas de pequenas estruturas edificadas, adiantou fonte do CDOS do Porto.

ESTELA SILVA/ LUSA

De acordo com a fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS), estas ocorrências verificaram-se por todo o distrito do Porto e não provocaram feridos, apenas danos materiais em duas viaturas estacionadas.

Além das árvores, os bombeiros foram também chamados para ajudar em oito inundações e para retirar duas estruturas de edifícios.

No total, estiveram envolvidos nas operações 137 homens, auxiliados por 37 viaturas.

A fonte do CDOS disse ainda, hoje de manhã, que a situação acalmou cerca das 03:00.
"Até ao início da madrugada ainda tivemos chamadas a pedir auxílio, mas nada de relevante, tudo incidentes sem danos. A partir do meio da madrugada acalmou", adiantou a mesma fonte.

Também a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), contatada pela Lusa, avançou também que, apesar das ocorrências durante o final do dia e madrugada, nenhuma destas foi significativa.

Com Lusa

  • Dono de submarino é o único suspeito da morte de jornalista sueca
    1:51

    Mundo

    A polícia dinamarquesa confirmou que o corpo decapitado encontrado junto ao mar, perto de Copenhaga, é o da jornalista sueca desaparecida há mais de 10 dias. Kim Wall estava a fazer uma reportagem sobre um submarino artesanal com o criador, que é agora o principal suspeito do crime. Parte do corpo foi encontrada na segunda-feira e identificada através de exames de ADN.