sicnot

Perfil

País

INEM lamenta greve marcada por técnicos e garante medidas de socorro

O INEM lamentou hoje a decisão dos técnicos do instituto de marcar uma greve para 01 de outubro e avisou que tomará todas as providências para manter os níveis de operacionalidade necessários para prestar socorro de emergência médica.

(SIC/ Arquivo)

Os técnicos do INEM - Instituto Nacional de Emergência Médica marcaram uma greve nacional em protesto pela falta de conclusão da negociação da carreira com o Ministério da Saúde.

Segundo Luís Pesca, dirigente da Federação Nacional de Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, os tripulantes de ambulâncias do INEM e os trabalhadores dos centros de orientação de doentes urgentes (CODU) decidiram marcar uma greve nacional para dia 1 do próximo mês, três dias antes das eleições legislativas, que coincidirá com uma manifestação de protesto em Lisboa.

Em comunicado, o INEM deixa um apelo aos seus profissionais para que "mantenham o compromisso fundamental "de garantir a "prestação de auxílio de emergência médica em condições de respeito pela expectativa pública de prontidão e efetividade".

O INEM deixa ainda um sinal de confiança à população, lembrando que o socorro de emergência é assegurado numa perspetiva de complementaridade de meios, no âmbito do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM), de que fazem parte o INEM, os Bombeiros e a Cruz Vermelha Portuguesa, bem como a PSP e a GNR.

"Assim, o Sistema Integrado de Emergência Médica manterá as suas condições de operacionalidade e o socorro à população estará sempre assegurado", sublinha.

Lusa

  • Nuno Espírito Santo volta a desenhar no quadro
    6:54

    Desporto

    O treinador do FC Porto usou hoje de novo o marcador para desenhar e assim tentar explicar-se melhor. Foi na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Sporting de Braga. "Sei que isto vai ser motivo de brincadeira, crítica e análise", disse. "Não reparem no desenho, prestem atenção ao conteúdo".

  • "A frase que mais ouço quando digo que sou blogger é: 'Mas dá para viver disso?'"

    Web Summit

    É certo e sabido que a internet e as redes sociais abriram as portas a novas realidades laborais e sobretudo a oportunidades profissionais espalhadas um pouco por todo o mundo. Portugal não foge à regra e é cada vez mais uma parte desse todo, como o demonstra a organização da WebSummit para o triénio 2016-18. Foi precisamente por lá que encontramos a Sara Riobom, uma engenheira industrial convertida à blogosfera e a fazer vida disso mesmo.

    Martim Mariano