sicnot

Perfil

País

Portugal teve mais de 58 mil hectares de área ardida entre janeiro e 15 de setembro

Portugal registou, entre 01 de janeiro e 15 de setembro, 14.838 ocorrências (3.067 incêndios florestais e 11.771 fogachos), com 58.116 hectares de área ardida, indica o 7º relatório provisório de incêndios florestais.

Com a temperatura a baixar a partir do final da tarde, o incêndio foi dominado pouco depois das 21 horas.

Com a temperatura a baixar a partir do final da tarde, o incêndio foi dominado pouco depois das 21 horas.

SIC

A base de dados nacional de incêndios florestais adianta que da área ardida 22.260 correspondem a povoamentos e 35.856 hectares a matos.

Comparando os valores deste ano com o histórico dos últimos 10 anos (2005-2014), o Instituto da Conservação da Natureza e da Floresta destaca que se registaram menos 12 por cento de ocorrências relativamente à média verificada no decénio 2005-2014 e ardeu menos 37 por cento do que o valor médio de área ardida para o mesmo período.

O relatório realça ainda que em 2015 - até 15 de setembro - a área ardida em povoamento é cerca de metade da respetiva área ardida média (aproximadamente 52 por cento).

Lusa

  • Fogo em Tondela dominado
    2:37

    País

    Já está dominado o incêndio de grandes proporções que deflagrou numa fábrica de Tondela, no concelho de Viseu. Cerca de 200 operacionais estiveram no terreno no combate a este fogo que deflagrou numa empresa de reciclagem, na zona industrial de Lajedo.

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.