sicnot

Perfil

País

Temperaturas máximas sobem gradualmente a partir de sexta-feira

As temperaturas máximas vão subir gradualmente a partir de sexta-feira, prevendo-se que no fim de semana ultrapassem os 30 graus Celsius em Lisboa e Vale do Tejo e no Alentejo, disse hoje o meteorologista Ricardo Tavares.

© Luke MacGregor / Reuters


"Para hoje ainda estamos a prever períodos de céu muito nublado, diminuindo gradualmente de nebulosidade a partir do meio da tarde, aguaceiros nas regiões do norte e centro, que vão diminuir de intensidade e frequência", adiantou à agência Lusa o meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Ricardo Tavares, o tempo irá melhorar a partir de sexta-feira, dia para o qual não está prevista precipitação, como aconteceu na terça-feira, em que vários distritos no norte do país estiveram com aviso vermelho devido a chuvas fortes, que causaram inundações e queda de árvores.

"Vamos ter sim alguma nebulosidade até meio da manhã nas regiões do norte e centro, mas depois o céu vai ficar pouco nublado ou limpo em todo o território, situação que vai manter-se no sábado e no domingo", adiantou.

Segundo o meteorologista, é no domingo que as temperaturas vão estar mais altas, com máximas em algumas regiões do país a registarem valores acima dos 30 graus.

"Em alguns sítios do continente vamos ter subidas de 7/8 graus", referiu.

Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.