sicnot

Perfil

País

Dois mortos em queda de ultraleve em Tomar

Duas pessoas morreram hoje devido à queda de um ultraleve em Tomar, disse à agência Lusa uma fonte dos bombeiros municipais de Tomar. A mesma fonte adiantou que o acidente ocorreu cerca das 10:00 de hoje no campo de voo de Tomar, onde decorria um festival aéreo.

O acidente ocorreu cerca das 10:00 de hoje no campo de voo de Valdonas, em Tomar, distrito de Santarém, onde decorria um evento aéreo.

As vítimas são um homem, com cerca de 40 anos, e um jovem, adiantou à Lusa uma fonte do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA), que está a investigar as causas do acidente.

Uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém acrescentou que os bombeiros foram alertados às 10:22 para um acidente que envolvia um ultraleve.

Deslocaram-se para o local três ambulâncias, uma viatura do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e uma viatura de desencarceramento dos bombeiros municipais de Tomar.

Após terem chegado ao local, o INEM confirmou a morte de duas pessoas, que foram transportadas para o Instituto de Medicina Legal de Tomar.

No campo de voo de Valdonas decorria o 13.º Encontro dos Templários, promovido pela Associação Tomarense de Aviação Ultraligeira (ATAUL).

Lusa

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04

    Mundo

    A Polícia do Rio de Janeiro deteve uma portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos. Ana Resende fazia-se passar por funcionária do consulado e prometia vistos e outros documentos para tirar dinheiro das vítimas. Esta é a terceira vez que a polícia brasileira detém a portuguesa por acusações de burla.