sicnot

Perfil

País

Casos de excesso de velocidade aumentaram 10% este ano

O número de veículos detetados a circular em excesso de velocidade aumentou 10 por cento este ano relativamente a 2014, revelou esta segunda-feira a GNR, que anunciou um aumento de ações de controlo de velocidade na terça-feira.

Os distritos com mais vítimas mortais este ano foram o Porto (46), Aveiro (42) e Lisboa (40), enquanto Bragança (três) e Viana do Castelo (sete) foram os que registaram menos mortos, entre 1 de janeiro e 31 de outubro. (Arquivo)

Os distritos com mais vítimas mortais este ano foram o Porto (46), Aveiro (42) e Lisboa (40), enquanto Bragança (três) e Viana do Castelo (sete) foram os que registaram menos mortos, entre 1 de janeiro e 31 de outubro. (Arquivo)

Lusa

Segundo os números da GNR, divulgados hoje em comunicado, desde o início do ano e até ao passado domingo, foram controlados mais de 6,5 milhões de veículos, dos quais 135.213 circulavam em velocidade superior ao permitido no local (um pouco mais de dois por cento do total).

No ano passado, em igual período, registaram-se 123.118 veículos em infração, o que equivale a um aumento de 10 por cento de excessos de velocidade este ano.

"Face a este aumento, e sendo o excesso velocidade uma das principais causas da sinistralidade rodoviária grave (com mortos e feridos graves) em Portugal, a par da condução sob a influência do álcool e da não utilização dos sistemas de retenção, a GNR tem intensificado as ações de controlo destas matérias, no sentido de reduzir o número de vítimas nas estradas", lê-se no comunicado.

A GNR alerta ainda que as ações de controlo de velocidade serão intensificadas durante o dia 22 em todo o país, especialmente "nas vias onde as infrações por excesso de velocidade são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação, designadamente nas autoestradas e nas vias situadas no interior das localidades".

Lusa

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Mariana Mortágua acusa Governo anterior de deixar escapar milhões para offshores
    1:39

    Opinião

    Mariana Mortágua e Adolfo Mesquita estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para mais um Esquerda Direita. Mariana Mortágua acusou o Governo anterior de, por opção ou negligência, ter deixado escapar 10 mil milhões de euros para offshores. Já Adolfo Mesquita Nunes, do CDS-PP, desvalorizou o assunto afirmando que serve apenas para desviar as atenções da questão da Caixa Geral de Depósitos

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.