sicnot

Perfil

País

Morreu bebé gravemente ferido em colisão perto de Castro Verde

O número de mortos da colisão ocorrida na segunda-feira perto de Castro Verde, todos da mesma família, subiu para cinco, com a morte do bebé que tinha ficado em estado grave.

Na sequência da colisão, envolvendo dois veículos ligeiros e uma carroça, o bebé, de 11 meses e do sexo masculino, foi transportado de helicóptero para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde entrou em paragem cardiorrespiratória e acabou por morrer na segunda-feira à noite, explicou fonte da GNR.

As restantes quatro vítimas mortais da colisão, que ocorreu pouco antes das 20:00, na Estrada Nacional 2, perto de Castro Verde, no distrito de Beja, são os pais do bebé, um homem, de 35 anos, e uma mulher, de 38, e os irmãos, um menino, de 10 anos, e uma menina, de oito, sendo que todos viajavam na carroça, disse a fonte.

A colisão provocou ainda três feridos, uma menina de 14 anos, que seguia na carroça e também era filha do casal, e os condutores dos veículos ligeiros de passageiros, dois homens, um de 67 anos e outro de 74, de nacionalidade suíça, que sofreram ferimentos leves.

A menina de 14 anos foi transportada para o hospital de Beja, de onde terá alta clínica durante o dia de hoje, disse à Lusa fonte da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo.

Os outros dois feridos receberam assistência no local e foram encaminhados para o posto da GNR de Castro Verde.

Segundo a fonte da força de segurança, a Estrada Nacional 2, entre Carregueiro e o nó do IP2 no acesso a Castro Verde, esteve cortada ao trânsito desde a hora do acidente e até às 00:20 de hoje.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja, as operações de socorro envolveram meios e elementos das corporações de bombeiros de Castro Verde, Aljustrel e Ourique, uma ambulância da delegação de Castro Verde da Cruz Vermelha Portuguesa, uma viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Castro Verde, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Beja e um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Com Lusa

  • Dijsselbloem mostra algum arrependimento mas recusa demitir-se
    2:40

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas escusa-se a comentar essa possibilidade. Para já, o holandês não se demite do cargo. Esta quinta-feira ouviu as críticas dos eurodeputados no Parlamento Europeu.

  • Há cada vez menos portugueses

    País

    A população em Portugal diminuiu no ano passado, pelo oitavo ano consecutivo, já que o número de mortes continua a ser superior ao de nascimentos, revelam dados hoje divulgados pelo INE.

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.