sicnot

Perfil

País

Morreu bebé gravemente ferido em colisão perto de Castro Verde

O número de mortos da colisão ocorrida na segunda-feira perto de Castro Verde, todos da mesma família, subiu para cinco, com a morte do bebé que tinha ficado em estado grave.

Na sequência da colisão, envolvendo dois veículos ligeiros e uma carroça, o bebé, de 11 meses e do sexo masculino, foi transportado de helicóptero para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde entrou em paragem cardiorrespiratória e acabou por morrer na segunda-feira à noite, explicou fonte da GNR.

As restantes quatro vítimas mortais da colisão, que ocorreu pouco antes das 20:00, na Estrada Nacional 2, perto de Castro Verde, no distrito de Beja, são os pais do bebé, um homem, de 35 anos, e uma mulher, de 38, e os irmãos, um menino, de 10 anos, e uma menina, de oito, sendo que todos viajavam na carroça, disse a fonte.

A colisão provocou ainda três feridos, uma menina de 14 anos, que seguia na carroça e também era filha do casal, e os condutores dos veículos ligeiros de passageiros, dois homens, um de 67 anos e outro de 74, de nacionalidade suíça, que sofreram ferimentos leves.

A menina de 14 anos foi transportada para o hospital de Beja, de onde terá alta clínica durante o dia de hoje, disse à Lusa fonte da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo.

Os outros dois feridos receberam assistência no local e foram encaminhados para o posto da GNR de Castro Verde.

Segundo a fonte da força de segurança, a Estrada Nacional 2, entre Carregueiro e o nó do IP2 no acesso a Castro Verde, esteve cortada ao trânsito desde a hora do acidente e até às 00:20 de hoje.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja, as operações de socorro envolveram meios e elementos das corporações de bombeiros de Castro Verde, Aljustrel e Ourique, uma ambulância da delegação de Castro Verde da Cruz Vermelha Portuguesa, uma viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Castro Verde, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Beja e um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Com Lusa

  • Maria Cavaco Silva "muito espantada" com caso Raríssimas
    0:56

    País

    Maria Cavaco Silva disse hoje que ficou surpreendida e preocupada com as suspeitas de irregularidades na associação Raríssimas. A ex-primeira dama garante que desconhecia a situação e afirma que Portugal não é "abonado" ao ponto de poder desperdiçar o trabalho feito, lembrando que os utentes não podem sofrer com a polémica.

  • Lince ibérico esteve à venda no OLX

    País

    Um anúncio de venda de um lince ibérico, por 1.500 euros, foi publicado esta semana no site de classificados OLX, com uma morada de Alcoutim, no Algarve. A autenticidade da publicação não foi confirmada, mas em setembro foi encontrada a coleira de um lince ibérico precisamente em Alcoutim. As autoridades estão a investigar.

    SIC

  • "O futuro da Autoeuropa não está em causa"
    0:43

    Economia

    O secretário de Estado do Trabalho apelou a que os partidos não se intrometam nas negociações entre os trabalhadores e a administração da Autoeuropa. Em entrevista à Edição da Noite da SIC Notícias, Miguel Cabrita afastou a hipótese de estar em causa o encerramento da fábrica de Palmela. 

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28