sicnot

Perfil

País

Transtejo decide manter transporte de bicicletas em todas as ligações fluviais

O grupo Transtejo, responsável pelas ligações fluviais entre a margem sul e Lisboa, anunciou hoje que o transporte de bicicletas se vai manter nas carreiras, referindo que ficou "sensibilizado" com os transtornos que podia causar.

MÁRIO CRUZ/LUSA

"Com o acordo da Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) e pelo facto de a empresa estar sensibilizada para o transtorno causado às dezenas de passageiros que, diariamente, transportam consigo, na frota Transtejo, as suas bicicletas, o Conselho de Administração da Transportes de Lisboa decidiu manter temporariamente, até solução formal a definir com a DGRM, o transporte de bicicletas nas condições atuais", refere em comunicado.

Na quarta-feira, o grupo Transtejo anunciou que, a partir do dia 28 de setembro, o transporte de bicicletas ficaria indisponível em algumas ligações.

O grupo referiu que devido a "inconformidades legais e de segurança detetadas na frota" que serve as ligações fluviais do Montijo, Seixal e Cacilhas não seria possível manter o transporte de bicicletas nas atuais condições.

A Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB) anunciou, de seguida, que iria realizar uma manifestação na sexta-feira no Terreiro do Paço, em Lisboa, contra a "proibição de transporte de bicicletas nas ligações fluviais".

Também a Câmara de Almada, em comunicado, se mostrou contra a decisão, referindo que a decisão colocava em causa "muitos anos de esforço conjunto do município e operadores de transportes públicos".

"Este trabalho permitiu, numa primeira fase, a criação de um passe intermodal passageiro/bicicleta, que se traduziu numa redução sensível dos custos de transporte de bicicleta entre Almada e Lisboa e, numa segunda fase, no transporte gratuito de bicicletas entre as duas margens", refere no documento.

Com o recuo na decisão que tinha sido anunciada, o grupo Transtejo apela aos utilizadores de bicicletas que usem o transporte fluvial, o cuidado de manterem estes veículos sob vigilância permanente.

"Devem estar parqueadas em local que não condicione os acessos internos dos navios, para que as questões de segurança dos passageiros sejam acauteladas", acrescenta.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.