sicnot

Perfil

País

PSP deteve homem que terá burlado idosos de todo o país

A PSP de Viseu anunciou esta sexta-feira ter detido um homem que terá burlado idosos de todo o país, fingindo conhecer as vítimas e convencendo-as a levantar quantias em dinheiro em caixas multibanco, que depois lhe entregavam.

O homem de 43 anos, com residência na região sul de Portugal, é suspeito de ter praticado "dezenas de burlas a pessoas idosas de norte a sul do país". (Arquivo)

O homem de 43 anos, com residência na região sul de Portugal, é suspeito de ter praticado "dezenas de burlas a pessoas idosas de norte a sul do país". (Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

De acordo com a PSP de Viseu, a detenção ocorreu na quinta-feira em flagrante delito, numa grande superfície comercial da freguesia de Repeses, no concelho de Viseu.

O homem de 43 anos, com residência na região sul de Portugal, é suspeito de ter praticado "dezenas de burlas a pessoas idosas de norte a sul do país".

"O burlão desloca-se de carro, aborda a vítima de uma forma amigável, cumprimentando-a e dizendo-lhe que é o fulano X, funcionário da empresa Y, perguntando-lhe se não o está a reconhecer, e que tem grandes descontos em material, como tal vende as coisas muito baratas, chegando a oferecer material na compra de outro, ludibriando de tal forma a vítima que a convence a levantar grandes quantias monetárias em ATM e a entregar-lhe", descreve.

Só minutos mais tarde é que as vítimas reconhecem que foram burladas, ficando "sem centenas de euros".

Na quinta-feira, o detido foi apanhado em flagrante de delito quando seguia o mesmo "modus operandi" com um idoso de 75 anos.

"Apresentou-se como funcionário de uma grande empresa, e amistosamente, perguntou à vítima se o não estava a reconhecer. Ofereceu-lhe de imediato um faqueiro, entregando-lhe de seguida um aparelho amplificador que lhe permitia ver todos os jogos de futebol na televisão, pedindo-lhe em troca 400 euros", refere em comunicado.

Apesar de "alguma relutância da vítima", por não possuir esse dinheiro, deslocou-se com a mesma a um ATM e convenceu-a a levantar 200 euros e a juntar mais algum dinheiro que trazia na carteira.

Durante a detenção foram apreendidos um computador portátil, dois "tablet", quatro máquinas de barbear, um faqueiro, uma tesoura de cozinha, uma caixa com seis facas e um descascador, três perfumes de várias marcas, oito amplificadores próprios para televisões e 460 euros em notas do BCE.

"Ao detido não era conhecido outro modo de vida, uma vez que procurava burlar idosos por todo o país. Julga-se com esta detenção ter amenizado a instabilidade emocional e sentimento de insegurança que grassa na faixa etária mais elevada", concluiu.

Lusa

  • Burlão fez-se passar por ministro angolano em Matosinhos
    0:55

    País

    Um homem de 45 anos foi esta sexta-feira detido pela Polícia Judiciária do Porto, por suspeita de falsificação de documentos e burla qualificada. O homem, de nacionalidade estrangeira, fez-se passar por um ministro do Governo angolano para conseguir levantar 2,5 milhões de euros.

  • Suspeito de burla lança pedido de ajuda na internet
    3:03

    País

    Está desaparecido o alegado burlão que, em poucos dias, gerou uma onda de solidariedade depois de ter lançado um pedido de ajuda numa rede social. Segundo uma investigação do Expresso este português, de 43 anos, anda há mais de 20 envolvido em esquemas fraudulentos.

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Secretário da Segurança Interna dos EUA desmente Donald Trump

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou esta quinta-feira que os esforços do seu Governo para expulsar alguns imigrantes ilegais dos Estados Unidos "são uma operação militar", afirmação contrariada pelo seu secretário da Segurança Nacional no México.