sicnot

Perfil

País

Tirar a carta vai ficar mais caro

Tirar a carta vai ficar mais caro

Tirar a carta de condução vai ficar mais caro. Passa a ser obrigatório os alunos percorrerem 500 quilómetros durante as aulas práticas e cresce também o número de horas das aulas de condução. As novas regras entraram em vigor esta semana.

  • Escolas vão fazer cursos para condutores recuperarem pontos
    2:37

    País

    As escolas de condução vão vender pontos para as cartas de condução. Por 35 euros será possível fazer uma ação de formação que permite aos condutores recuperar os pontos perdidos com contraordenações evitando que a carta seja apreendida. A SIC entrevistou Alberto Paula, diretor de uma escola de condução em Algés, no concelho de Oieras.

  • Longas filas para renovar carta de condução
    1:56

    País

    Renovar a carta de condução continua a ser uma tarefa complicada, sobretudo, na espera à porta do Instituto de Mobilidade e Transportes. Esta manhã, mais de 100 pessoas faziam fila no IMT e há quem tenha chegado de madrugada para garantir lugar. A Direção do IMT diz estar a analisar a melhor forma de resolver a situação.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".