sicnot

Perfil

País

Portugal deve ter 16% de idosos com 80 ou mais anos em 2080

Portugal deverá ser o segundo país da União Europeia (UE) com a maior proporção de pessoas com 80 ou mais anos em 2080, numa lista que deverá ser liderada pela Eslováquia, segundo dados divulgados hoje pelo Eurostat.

No âmbito do dia internacional das pessoas idosas, dia 01 de outubro, o gabinete oficial de estatísticas da UE prevê que, dentro de 65 anos, uma em cada oito pessoas deverá ter 80 ou mais anos, destacando-se nestas projeções a Eslováquia, onde esses idosos deverão ter um peso de 16,3% no total da população.

Em 2080, Portugal deverá ter 15,8% de pessoas com 80 ou mais anos, seguindo-se a Alemanha (15,1%) e a Polónia (14,9%), enquanto do lado oposto deverão estar a Irlanda (7,4%), Lituânia (8,9%) e a Letónia (9,5%).

No ano passado, 18,5% dos habitantes na UE tinham 65 ou mais anos, uma percentagem que deverá subir até aos 30% em 2080, acrescentou o Eurostat.

As pessoas com 80 ou mais anos de idade deverão mais do que duplicar no período analisado, traduzindo uma subida de cerca de 05% em 2014 para 12,3% da população em 2080, lê-se na projeção do gabinete europeu, que sublinhou os efeitos destas alterações demográficas a nível da situação económica e da inclusão social dos idosos.

Os números da UE registaram que, em 2013, 18,2% dos idosos corriam o risco de pobreza ou exclusão social, com oito Estados-membros a mostrarem que as pessoas com 65 ou mais anos eram mais suscetíveis de viverem dificuldades do que os mais jovens, nomeadamente na Bulgária, Estónia, Eslovénia e Croácia.

Para assinalar o dia do idoso, o Eurostat divulgou os dados sobre a utilização de internet entre os mais velhos e registou que, em 2014, menos de metade (42%) dos habitantes entre os 65 e os 74 anos afirmaram-se internautas. Em Portugal, a percentagem de idosos internautas foi de 23%.

Os países com mais utilizadores eram a Dinamarca (84%), Luxemburgo (81%) e Suécia (78%), enquanto com menos idosos ligados à internet estavam a Roménia (10%), Bulgária (10%), Grécia (14%) e Chipre (16%).

A maioria dos utilizadores idosos serve-se da internet para enviar ou receber correio, procura informações sobre bens e serviços e para se informar sobre a atualidade.

Quase um quarto dos internautas idosos da UE utilizou, no ano passado, as redes sociais, em especial a Hungria (51%), Portugal (44%), Malta e Suécia (ambos com 43%). Menos participantes nas redes sociais estiveram as pessoas mais velhas na Alemanha (11%), República Checa (15%) e França (17%).

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.