sicnot

Perfil

País

Primeiro prémio do Euromilhões saiu em Portugal

O primeiro prémio do concurso de hoje do Euromilhões, no valor de 15 milhões de euros, saiu em Portugal, a um único apostador que registou o boletim no distrito de Faro, informou a Santa Casa da Misericórdia.

(SIC/Arquivo)

(SIC/Arquivo)

O segundo prémio vai ser distribuído por cinco apostadores, todos de fora de Portugal, que vão receber, cada um, cerca de 198 mil euros.

Com o terceiro prémio foram apurados nove apostadores, dois dos quais em Portugal, que vão receber, cada um, cerca de 36 mil euros.

O quarto prémio vai ser distribuído por 72 apostadores, dez dos quais em Portugal, que vão receber um prémio individual no valor de 2.292,12 euros.

A combinação vencedora do concurso 78/2015 do Euromilhões, hoje sorteada, é composta pelos números 11-14-26-29-49 e pelas estrelas 03 e 09.

Segundo a Santa Casa da Misericórdia, 57 apostadores portugueses já receberam o primeiro prémio do Euromilhões.

Em 2015, já foram atribuídos três primeiros prémios em Portugal, incluindo um no valor de 100 milhões de euros, em março, a um apostador que registou o boletim no distrito de Felgueiras.

Em outubro de 2014, um apostador que registou o boletim em Castelo Branco recebeu o maior prémio de sempre atribuído em Portugal, no valor de 190 milhões euros.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22