sicnot

Perfil

País

Mais dois casos suspeitos de botulismo

Mais dois casos suspeitos de botulismo

Além dos três casos confirmados de botulismo há mais dois doentes que podem ter sido infetados com a doença. Todos os doentes estão internados mas nenhum corre risco de vida. Só na sexta-feira deverão ser conhecidos os resultados das análises aos dois novos doentes.

Segundo a Direção-geral da Saúde, os três doentes infetados com botulismo estão a evoluir favoravelmente.

A origem destes casos está associada à ingestão de alheiras comercializadas com a marca "Origem Transmontana". Os produtos à base de carne e os queijos dessa marca, e apenas dessa marca, foram retirados do mercado.

Quase todos os anos há notificações de botulismo em Portugal. Só em 2010 não houve qualquer caso detetado pelas autoridades de saúde. O pico mais alto de notificações foi em 2000 com 31 casos declarados.

  • O que é o botulismo?
    0:59

    País

    Os produtos da marca "Origem Transmontana" que foram retirados do mercado terão causado três casos de botulismo alimentar. Em comunicado, a Direção Geral da Saúde alerta para os perigos e explica o que pode estar na origem da doença.

  • Casos de botulismo alimentar prejudicam setor do fumeiro em Trás-os-Montes
    3:02

    País

    A notícia dos três casos de botulismo alimentar, relacionados com a ingestão de alheira da marca "Origem Transmontana", está a ter consequências negativas para o setor do fumeiro de Trás-os-Montes. Há já produtores de alheiras de Mirandela que se viram confrontados com o cancelamento de encomendas porque os consumidores estão associar o nome daquela marca a todos os produtos com origem na Região transmontana.

  • Retirados do mercado produtos de carne e queijo da marca "Origem Transmontana"
    1:03

    País

    As autoridades de saúde mandaram retirar do mercado os produtos à base de carne e os queijos da marca "Origem Transmontana". A medida foi tomada depois de terem sido detetados três casos de botulismo alimentar, uma doença com sintomas digestivos e neurológicos que pode causar a morte. A reportagem é do correspondente da SIC João Faiões.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.