sicnot

Perfil

País

PS vence intercalares para freguesia de Fajozes, em Vila do Conde

O Partido Socialista (PS) venceu este domingo as eleições intercalares para a Junta de Freguesia de Fajozes, em Vila do Conde, distrito do Porto, que decorreram em simultâneo com as legislativas.

O PS conseguiu 541 votos, num universo de 838 votantes, o que corresponde a 64,55%, conseguindo melhor do que em 2013.

O PS conseguiu 541 votos, num universo de 838 votantes, o que corresponde a 64,55%, conseguindo melhor do que em 2013.

Lusa

Sílvia Lomba, presidente demissionária da autarquia após divergências entre os elementos do partido, que levaram, em junho, à 'queda' do executivo, voltou a merecer o voto dos habitantes daquela freguesia vila-condense.

O PS conseguiu 541 votos, num universo de 838 votantes, o que corresponde a 64,55%, conseguindo melhor do que em 2013.

Com este resultado, os socialistas aumentaram para sete o número de deputados na Assembleia de Freguesia.

O PSD obteve 219 votos, 26,23%, mantendo os dois deputados na Assembleia de Freguesia, enquanto a CDU conseguiu 55 votos, que se traduzem numa percentagem de 6,57%, perdendo o único deputado que tinham naquele órgão.

Sílvia Lomba mostrou-se satisfeita com a reeleição e garantiu que ainda tem "muito para fazer nos próximos dois anos".

"Estou muito satisfeita com este resultado, é sinal que os fajozenses acreditaram em mim, no meu projeto. Esta foi uma situação anormal, complicada, que lamento, mas acho que o povo entendeu, estamos todos juntos e agora tenho muito que fazer e quero trabalhar", disse.

"Agora só me restam dois anos para eu poder fazer tudo aquilo que queria. Efetivamente, nestes dois anos não consegui fazer metade daquilo que pretendia", acrescentou a presidente da Junta de Freguesia.

Na votação para as legislativas, que decorreu em simultâneo, os habitantes da freguesia votaram em maior número na coligação Portugal à Frente (PSD/CDS-PP), que recolheu 344 votos, e o PS mereceu a confiança de 317 fajozenses.

O Bloco de Esquerda recolheu 63 votos e a CDU 49, registando-se, ainda, dez votos em branco e nove nulos.

Lusa

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".