sicnot

Perfil

País

Cinco barras fechadas devido à agitação marítima forte

Cinco barras estão hoje fechadas a toda a navegação e outras duas estão condicionadas devido à previsão de agitação marítima forte, segundo informação disponível às 06:30 na página da Marinha portuguesa na Internet.

ANTÓNIO ARAÚJO

De acordo com a Marinha, as barras de Esposende, Póvoa do Varzim, Vila do Conde, Aveiro e São Martinho do Porto estão hoje fechadas à navegação devido à previsão de agitação marítima forte, prevendo-se ondas até quatro metros.

As barras marítimas do Douro e Figueira da Foz estão fechadas a embarcações de comprimento inferior a 35 e 11 metros, respetivamente.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje na costa ocidental ondas de noroeste com 2,5 a 3,5 metros, sendo de oeste-sudoeste com 3,5 a 4 metros a norte do Cabo Mondego até ao início da manhã.

Na costa sul prevê-se ondas de sudoeste com 1 a 1,5 metros.

O IPMA prevê para hoje no continente períodos de céu muito nublado, apresentando-se geralmente muito nublado nas regiões norte e centro até ao final da manhã e períodos de chuva ou aguaceiros, sendo por vezes fortes no Minho e Douro Litoral até ao início da manhã, diminuindo de intensidade e de frequência a partir do início da tarde.

Está também previsto vento moderado do quadrante oeste, tornando-se em geral fraco a partir da tarde e nas terras altas será moderado do quadrante oeste, soprando moderado a forte até meio da manhã.

A previsão aponta ainda para neblina ou nevoeiro matinal e pequena descida de temperatura.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 19 e 22 graus Celsius, no Porto entre 16 e 18, em Viana do Castelo entre 14 e 19, em Vila Real, Bragança e Viseu entre 12 e 17, na Guarda entre 11 e 14, em Castelo Branco entre 15 e 20, em Coimbra entre 16 e 20, em Castelo Branco entre 15 e 20, em Évora entre 15 e 22, em Beja entre 17 e 24, em Santarém entre 17 e 22 e em Faro entre 19 e 23.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.