sicnot

Perfil

País

ARS de Lisboa supera meta das 2 mil camas para cuidados continuados

A Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo superou este mês a meta das 2 mil camas para cuidados continuados e paliativos. A meta foi atingida depois de terem ficado disponíveis 72 novas camas que receberam os primeiros doentes no final da semana passada.

(AP/ Arquivo)

(AP/ Arquivo)

ASSOCIATED PRESS

Em comunicado, a ARS diz que espera dispor de mais 50 novas camas até ao final do ano.

Em 2011, a região de Lisboa e Vale do Tejo dispunha de pouco mais de 1.100 camas de cuidados continuado e paliativos.

  • Centenas de idosos ficam nos hospitais depois de terem alta
    2:03

    País

    Há centenas de idosos que permanecem nos hospitais e nas unidades de cuidados continuados depois de terem alta por falta de apoio social. A critica é da Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares que defende uma articulação entre a saúde e a segurança social. A solução pode passar pelos cuidados domiciliários.

  • Marcelo não comenta proposta sobre nomeação do governador do BdP
    0:14

    Economia

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar a proposta do grupo de trabalho para a reforma da supervisão financeira, que recomenda que o governador do Banco de Portugal seja nomeado pelo Presidente da República. Marcelo não quis comentar o assunto esta quarta-feira durante a tomada de posse do Reitor da Universidade de Lisboa.

  • Habitantes da favela da Rocinha temem novo episódio violento
    2:54

    Mundo

    Localizada no Rio de Janeiro, a Rocinha, maior favela do Brasil, foi palco de um tiroteio entre traficantes, no último fim de semana. Agora, pelo terceiro dia consecutivo, a polícia do Rio de Janeiro está a fazer um cerco em algumas favelas cariocas à procura de traficantes. A comunidade está assustada e receia que episódios violentos como este se repitam.