sicnot

Perfil

País

Varoufakis vai a Coimbra dar "lição" sobre democracia

O ex-ministro das Finanças grego Yanis Varoufakis vai estar no dia 17 de outubro na Universidade de Coimbra para falar sobre a "Democratização da zona euro", no arranque dos programas de doutoramento do Centro de Estudos Sociais (CES).

(AP/ Arquivo)

(AP/ Arquivo)

Virginia Mayo

De acordo com a informação veiculada pelo CES da Universidade de Coimbra, o economista e ex-governante grego que se demitiu no dia 06 de julho, antes de a Grécia chegar a acordo com o Eurogrupo para um novo resgate ao país, será o conferencista convidado da aula inaugural dos doutoramentos que o centro desenvolve em parceria com outras universidades portuguesas e estrangeiras.

Segundo a nota biográfica do CES, Yanis Varoufakism nasceu em Atenas a 24 de março de 1961 e tem dupla nacionalidade, grega e australiana.

Licenciou-se em Matemática e Estatística e doutorou-se em Economia na Universidade de Essex (Reino Unido), em 1987, onde prosseguiu a carreira como professor de Economia e Econometria.

Depois de lecionar também em East Anglia, Cambridge, Glasgow, Texas e Sydney, decidiu em 2000 regressar à Grécia para ensinar Teoria Económica na Universidade de Atenas.

"Os seus temas de interesse centram-se sobre as questões relacionadas com a calamidade em curso na Grécia, a zona euro, o futuro da Europa, a economia global (especialmente no contexto da crise de 2008), o pensamento económico, o dinheiro digital e as tendências no capitalismo contemporâneo", destaca o CES.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".