sicnot

Perfil

País

Suspeita de exposição a químicos encerra pavilhão da Faculdade de Farmácia de Lisboa

Um pavilhão da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa está encerrado desde quarta-feira, devido a sintomas em alunos, funcionários e professores, que podem ter origem na exposição a químicos, resultante de uma recolha recente de resíduos.

"A situação está neste momento a ser monitorizada. Houve uma recolha de resíduos numa cave do edifício, por uma empresa especializada e, após a recolha dos resíduos, houve uma aluna de doutoramento, alguns professores e uma funcionária que apresentaram alguns sinais que, eventualmente, poderão estar relacionados com a exposição a químicos", disse à Lusa a diretora da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa (FFUL), Matilde Castro.

De acordo com a diretora da instituição, cinco pessoas terão apresentado sintomas como tonturas, náuseas e erupções cutâneas, e, "por uma questão de segurança", o pavilhão vai permanecer encerrado "até que seja monitorizada, de uma maneira oficial, a qualidade do ar e a limpeza do espaço de químicos da cave onde os reagentes estavam armazenados".

A recolha de resíduos foi feita a 28 de setembro e os sintomas surgiram no final da semana passada e início desta.

"Não há nenhuma relação causa/efeito completamente estabelecida, mas, como houve dúvidas, por uma questão de precaução, o edifício foi encerrado e só voltará a ser reaberto quando houver a certeza absoluta de que está tudo em condições", disse Matilde Castro.

A faculdade espera ter os primeiros resultados de análises no sábado e, com base neles, decidir de que forma podem ser minimizados os impactos nas aulas dos alunos e no trabalho dos investigadores de doutoramento, sendo que estes últimos já foram transferidos para instalações da FFUL no campus do Lumiar.

Lusa

  • Admissão de efetivos nas Forças Armadas aquém do pedido pelas chefias
    1:42

    País

    O Ministério das Finanças autorizou a admissão de mais efetivos nas forças armadas, este ano mas a integração fica muito abaixo do número pedido pelas chefias militares. Mário Centeno só terá autorizado a integração de cerca de três mil militares em vez das cinco mil vagas propostas pelas chefias do Exército, Força Aérea e Marinha.

  • Primeiro eclipse solar 100% visível nos EUA em 38 anos
    0:40
  • Pyongyang acusa Washington de atirar "achas para a fogueira"
    1:47

    Mundo

    A Coreia do Sul e os Estados Unidos iniciaram esta segunda-feira exercícios militares conjuntos. As manobras militares procuram ensaiar respostas a uma hipotética invasão da Coreia do Norte. Pyongyang já reagiu e diz que Washington está a atirar "achas para a fogueira". 

  • "É muito importante que os EUA mostrem determinação política e militar"
    0:50

    Mundo

    Os exércitos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos iniciaram hoje as manobras anuais numa altura marcada pela recente escalada de tensão entre Pyongyang e Washington. Para Miguel Monjardino, comentador da SIC, estes exercícios militares são encarados como uma provocação para a Coreia do Norte. Monjardino defende que é importante que os EUA mostrem determinação no atual clima de tensão nuclear.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • Morreu o rei da comédia
    2:08

    Cultura

    Um dos grandes nomes do humor norte-americano morreu ontem, aos 91 anos. Jerry Lewis era comediante, ator, argumentista, cantor e realizador. Considerado o rei da comédia, Lewis influenciou diferentes gerações de comediantes e foi defensor de várias causas humanitárias, entre as quais a distrofia muscular.

  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.