sicnot

Perfil

País

Buscas no interior do arrastão na Figueira da Foz retomam às 08:00 deste sábado

As buscas no interior do arrastão Olívia Ribau pelo pescador ainda desaparecido na sequência do naufrágio da embarcação, foram suspensas cerca das 21:00 de hoje e retomam às 08:00 de sábado, segundo a Autoridade Marítima.

PAULO NOVAIS

De acordo o porta-voz da Autoridade Marítima, Nuno Leitão, ao início da madrugada de sábado vão decorrer trabalhos para "tentar levar [o arrastão] mais para o interior da bacia de manobra do porto da Figueira da Foz", junto à praia do Cabedelinho, entre os molhes sul e interior sul do rio, para possibilitar uma maior "janela de oportunidade" de buscas aos mergulhadores da Armada e colocar a embarcação "fora da ação das correntes".

Os mergulhadores irão assim vistoriar uma parte do navio que ainda não foi analisada, embora Nuno Leitão reafirme que "não é uma certeza" que o corpo do pescador que falta recuperar esteja no interior do arrastão naufragado.

Sábado chegará ainda à Figueira da Foz um sonar do Instituto Hidrográfico, que, de acordo com o porta-voz da Autoridade Marítima, possibilita um "varrimento lateral" de 40 metros para cada lado do fundo do rio Mondego.

"Possibilita uma radiografia do fundo, detetando todas as irregularidades", frisou aquele responsável, adiantando que a utilização daquele equipamento poderá servir para detetar o corpo do pescador ainda desaparecido ou outros objetos no canal de navegação, como artes de pesca ou uma parte da ré do arrastão que se partiu.

Cerca das 19:30 de hoje foi encontrado, no interior do arrastão, o corpo de um dos pescadores que ainda estava desaparecido. Residente na Praia de Mira, o homem, de 44 anos, era o cozinheiro da embarcação.

Na terça-feira tinha já sido encontrado um corpo e na quinta-feira mais dois. Dois outros pescadores foram resgatados vivos na terça-feira, dia do naufrágio.

No arrastão Olívia Ribau naufragado na terça-feira passada, cerca das 19:15, à entrada do porto da Figueira da Foz, seguiam sete pescadores.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.