sicnot

Perfil

País

Estado do mar dificulta operações de busca na Figueira da Foz

As buscas para recuperar o corpo de um pescador que morreu na terça-feira num naufrágio na Figueira da Foz foram retomadas esta manhã, mas o estado do mar está a dificultar as operações, indicou fonte da Autoridade Marítima.

PAULO NOVAIS

Segundo Nuno Leitão, as missões decorrem desde as 07:00 em dois locais: com mergulhadores que tentam continuar as buscas no interior do arrastão que naufragou e através de varrimentos de sonar, na parte interior do porto.

O porta-voz da Autoridade Marítima Nacional precisou que as equipas de resgate tentaram puxar o arrastão mais para o interior da bacia do porto, antevendo as condições do mar, que está "muito forte e a dificultar muito as operações de busca".

Nuno Leitão adiantou que Instituto Hidrográfico da Marinha disponibilizou um sonar lateral para realizar as buscas de varrimento na área interna do porto.

"O objetivo é detetar ecos que não façam parte do perfil da bacia, irregularidades como redes e outras estruturas" que facilitem o trabalho dos mergulhadores já que "a visibilidade é praticamente nula", adiantou.

O arrastão Olívia Ribau naufragou na terça-feira passada, cerca das 19:15, à entrada do porto da Figueira da Foz, com sete pescadores a bordo.

Dois homens foram resgatados vivos, tendo sido encontrado o corpo de um dos pescadores na terça-feira e outros dois na quinta-feira.

Os mergulhadores conseguiram recuperar mais um cadáver na sexta-feira, no interior da embarcação, estando ainda por encontrar o corpo do último dos cinco pescadores desparecidos na sequência do acidente.

Lusa

  • Novas buscas no Universo Espírito Santo

    Queda do BES

    O Ministério Público voltou a fazer buscas no âmbito dos processos do Universo Espírito Santo. A SIC sabe que ontem e hoje os investigadores recolheram provas em diversos locais do continente e também na Madeira, nomeadamente em residências, empresas e entidades bancárias.

    Notícia SIC

  • Visitar a região afetada pelo fogos é uma forma de ajudar na recuperação
    3:07
  • Carvalhal do Sapo tenta recuperar a vida normal após incêndio
    2:33

    País

    As populações das aldeias de Góis tentam voltar à normalidade, ao fim de vários dias rodeadas por um grande dispositivo de operacionais. A repórter Cristina Freitas esteve hoje em Carvalhal do Sapo, onde se realizou mais um funeral de uma das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande.

  • Falta de médicos e de ofertas de emprego preocupa habitantes da Guarda
    5:13
  • "Do ponto de vista interno a candidatura do Porto é a melhor" 
    0:50

    País

    António Costa admite que a candidatura da cidade do Porto para receber a Agência Europeia do Medicamento seria a melhor para Portugal. No entanto o primeiro-ministro diz que é preciso avaliar se a candidatura do Porto é a que tem mais hipóteses de ganhar, quando comparada com outras cidades europeias. 

  • Daesh divulga imagens da destruição da mesquita de Mossul
    1:58
  • "Podemos ser atendidos por um médico branco?"
    0:58