sicnot

Perfil

País

Vítimas mortais do acidente na EN5 são condutor e mulher

As duas vítimas mortais do acidente automóvel ocorrido hoje na Estrada Nacional (EN) 5, no concelho de Palmela (Setúbal), são um homem, de 45 anos, e uma mulher, de 38 anos, revelou a GNR.

Na viatura acidentada "viajava uma família" e as vítimas mortais são "o condutor e a esposa", disse à agência Lusa fonte do Comando Territorial de Setúbal da GNR.

Quanto às duas crianças que sofreram ferimentos considerados ligeiros no sinistro, são "os filhos, uma rapariga, de 11 anos, e um rapaz, de oito anos", acrescentou a mesma fonte.

O alerta para o acidente, que envolveu o despiste de uma viatura ligeira de passageiros e que aconteceu ao quilómetro 34 da EN5, na zona de Marateca, no concelho de Palmela, no distrito de Setúbal, foi dado aos bombeiros às 15:17.

Os feridos foram transportados para o Hospital de São Bernardo, em Setúbal, tendo as vítimas mortais sido transportadas para os serviços de Medicina Legal da mesma unidade hospitalar, explicou à Lusa o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

Segundo a fonte da GNR contactada pela Lusa, a EN5, na zona do sinistro, esteve cortada ao trânsito, mas a circulação rodoviária "já se encontra normalizada".

Para o local da ocorrência foram mobilizados meios do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), nomeadamente um helicóptero, assim como dos Bombeiros de Águas de Moura e Alcácer do Sal e da GNR.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.