sicnot

Perfil

País

GNR fiscaliza uso do cinto de segurança e telemóvel na condução amanhã

A GNR anunciou hoje que vai intensificar, na quarta-feira, em todo o país, a fiscalização ao uso do cinto de segurança, das cadeirinhas para crianças e utilização do telemóvel durante a condução.

© STR New / Reuters

Segundo a Guarda Nacional Republicana, para a operação, denominada "Anjo da Guarda", vão estar mobilizados militares dos comandos territoriais e da Unid ade Nacional de Trânsito.

As ações de fiscalização vão estar direcionadas para as vias situadas no interior das localidades, estradas nacionais, regionais e municipais onde estas infrações são mais frequentes, refere a GNR, em comunicado.

A GNR registou este ano 22.864 infrações por uso do telemóvel durante a condução, 24.664 por incorreta ou não utilização do cinto de segurança e 1.764 relacionados com as cadeirinhas para crianças.

Perante estes números, a GNR sublinha que vai realizar este ano diversas "operações de cariz preventivo, com o objetivo de alertar os condutores para os riscos associados a estas infrações, principalmente da incorreta ou não utilização do cinto de segurança ou cadeirinha para crianças, que estão associadas às principais causas de agravamento das lesões provocadas em caso de acidente".

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras