sicnot

Perfil

País

"PS está em melhores condições para assegurar Governo que seja estável"

António Costa diz que o PS está em melhores condições para formar Governo estável em Portugal do que a coligação PSD-CDS. Numa entrevista à agência Reuters, o secretário-geral socialista revelou que as negociações que tem mantido com o Bloco de Esquerda e com o PCP têm por base o programa do PS e que nenhum dos partidos põe em causa os compromissos europeus e internacionais do país.

MÁRIO CRUZ/LUSA

Costa adiantou que as negociações que tem mantido com PCP e BE "tomam por base o programa do PS, com as propostas que, uns e outros, têm proposto acrescentar e com a correção de algumas das medidas".

Lembrou que, "como tem insistido o Presidente da República, é necessário um grande esforço de cultura de compromisso e diálogo entre as diferentes forças". "Aquilo que, neste momento, se constata é que, para já, o PS está em melhores condições, do que a direita, para assegurar a formação de um Governo que seja estável para os próximos quatro anos", disse em entrevista à Reuters.

"Aquilo que claro, e que pode ser surpresa para muitos porque de facto é novo, de, pela primeira vez, haver um Governo que corresponda à maioria de esquerda que existe hoje no Parlamento, sem pôr em causa o funcionamento das regras europeias".

Acrescentou que, para o PS, há uma "'linha vermelha' permanente em todas as negociações, com todos", explicando: " o nosso compromisso com a participação na Europa, com o compromisso com a participação na zona euro".

O Bloco de Esquerda deixou cair a exigência de reestruturar a dívida e o PCP as tradicionais bandeiras contra a NATO e o Pacto Orçamental.

Com Reuters

  • PS equaciona referendo interno sobre governo de Esquerda
    3:12

    País

    O PS pode convocar um referendo aos militantes do partido, para votarem 'sim' ou 'não' à formação de um governo de Esquerda que tenha António Costa como primeiro-ministro. A decisão será tomada na reunião da Comissão Política nacional dos socialistas, que só se vai realizar depois de terminarem as negociações com todos os partidos, incluindo PSD e CDS.

  • António Costa diz ter levado a Belém entendimento à Esquerda
    1:31

    País

    António Costa diz ter levado a Belém um entendimento à Esquerda que respeita os tratados internacionais que Cavaco Silva quer ver cumpridos. O secretário geral do PS garante que nem Bloco nem PCP colocam em causa o que o Presidente pediu. Costa promete ainda ter até ao fim de semana uma decisão sobre o futuro governo do País. A coligação já enviou, entretanto, para o Largo do Rato uma proposta para aproximar PS de PSD e CDS. A maioria de direita chama-lhe um documento facilitador.A SIC sabe que são propostas nas áreas da Segurança Social, recuperação de rendimentos, mais investimento em Ciência e Investigação e respeito pelos compromissos assumidos com instituições europeias.

  • Costa, Passos e Portas encontram-se às 18:00 no Rato
    1:30

    Novo Governo

    É oficial, a reunião tem hora marcada para as 18:00. Segunda tentativa para um acordo entre o PS e a coligação, António Costa, Passos Coelho e Paulo Portas voltam hoje a encontrar-se, desta vez na sede dos socialistas, no Largo do Rato, em Lisboa. Em cima da mesa vai estar um documento que a coligação enviou ontem ao líder do PS e que vai servir de base de negociação.

  • "Se estivesse a governar estaria preocupado com o futuro e não só com o presente"
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • E Se Fosse Consigo? Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • EUA negam ter declarado guerra à Coreia do Norte

    Mundo

    Os Estados Unidos negaram esta segunda-feira ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.