sicnot

Perfil

País

GNR intensifica fiscalizões em operação "Anjo da Guarda"

A Guarda Nacional Republicana intensifica, hoje, em todo o país, a fiscalização ao uso do cinto de segurança, das cadeirinhas para crianças e do telemóvel, pelos condutores, durante operação "Anjo da Guarda", mobilizando militares dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito.

Os dois homens estão a cumprir penas de prisão de 4 e 5 anos, pelo envolvimento na rede, desmembrada em 2011. (Arquivo)

Os dois homens estão a cumprir penas de prisão de 4 e 5 anos, pelo envolvimento na rede, desmembrada em 2011. (Arquivo)

SIC

As ações de fiscalização vão estar direcionadas para as vias situadas no interior das localidades, estradas nacionais, regionais e municipais, onde as infrações em causa são as mais frequentes, de acordo com a GNR.

Desde o início do ano, esta força de segurança registou 22.864 infrações por uso do telemóvel durante a condução, 24.664 por incorreta ou não utilização do cinto de segurança e 1.764 relacionadas com as cadeirinhas para crianças.

  • GNR em exercício de alerta no Dia para a Redução de Catástrofes
    2:33

    País

    No Dia Internacional para a Redução de Catástrofes, a GNR realizou um exercício de alerta, prontidão operacional e treino conjunto para a reação a catástrofes e redução dos seu efeitos. Estiveram em ação o Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro, o Grupo de Intervenção Cinotécnico e o Centro de Inativação de Engenhos Explosivos e Segurança do Subsolo.

  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • Desportivo das Aves fora da Liga Europa

    Desporto

    O Desportivo das Aves não vai à Liga Europa e o Sporting terá entrada direta na fase de grupos. Apesar da conquista da Taça de Portugal, a equipa avense não se licenciou em tempo útil para poder participar na prova da UEFA, apurou a SIC.

  • E agora, Sporting? Semana de decisões e incertezas
    2:53
  • "Para primeiro dia de pesca da sardinha, não foi mau"
    2:19
  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29

    País

    José Sócrates garantiu este domingo que não atacará o PS e que continua a ser socialista. O antigo primeiro-ministro participou num almoço de apoio, em Lisboa, com cerca de 100 pessoas, a maioria anónimos.