sicnot

Perfil

País

Primeiros refugiados chegam de autocarro à Eslovénia a partir de Croácia

Os seis primeiros autocarros com refugiados chegaram hoje à Eslonévia vindos da Croácia, após a Hungria ter encerrado esta noite a fronteira com Croácia, a principal porta de entrada de refugiados para a Europa central.

Primeiros refugiados que chegam de autocarro à Eslovénia, à cidade de Lendava, a partir de Croácia.

Primeiros refugiados que chegam de autocarro à Eslovénia, à cidade de Lendava, a partir de Croácia.

© Antonio Bronic / Reuters

Os seis autocarros chegaram ao posto de fronteira de Petisovci/Mursko Sredisce, constatou um jornalista da agência AFP.

Em Petisovci, os três autocarros seguiram caminho para o centro de acolhimento de refugiados, segundo a policia, enquanto os passageiros dos restantes autocarros foram registados diretamente no posto de fronteira.

Estes refugiados - principalemente homens jovens, mas também algumas familias - foram encaminhados para uma grande tenda branca onde foram revistados antes de se identificar.

A Croácia, um país através do qual cerca de 185.000 refugiados transitam todos os meses, está a redirecionar os refugiados para a Eslovénia.

Lusa

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.