sicnot

Perfil

País

Regiões Centro e Sul sob aviso amarelo durante a manhã

​O IPMA colocou as regiões do Centro e do Sul de Portugal continental sob aviso amarelo na manhã de domingo, prevendo "aguaceiros temporariamente fortes", uma situação que deverá manter na segunda-feira, melhorando no dia seguinte.

(Arquivo)

(Arquivo)

Francisco Seco / AP

A meteorologista Cristina Simões, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), disse à agência Lusa que, para domingo e para segunda-feira, prevê-se "a passagem de algumas linhas de instabilidade que dão temporariamente uma precipitação um pouco mais intensa", antecipando que esses aguaceiros podem ser superiores a 10 milímetros por hora, o que justifica o alerta amarelo para o centro e sul no domingo de manhã.

"Uma situação [que se prevê] também para segunda-feira, se bem que não tenhamos ainda posto o aviso. Apenas para terça-feira se prevê que esta depressão esteja mais afastada do continente, prevendo-se então uma melhoria para terça-feira", disse a meteorologista.

Quanto ao estado do tempo verificado hoje, Cristina Simões reportou que houve "rajadas com alguma intensidade no território do continente, especialmente no litoral e nas terras altas, com rajadas à volta de 120 a 130 quilómetros por hora", registadas no cabo da Roca e no cabo Carvoeiro, tendo o pico máximo ocorrido durante a manhã.

"Foi uma situação que diminuiu ao longo da tarde e é uma situação para manter agora nos próximos dias", acrescentou a responsável do IPMA, antecipando "um vento já bastante mais fraco".

Quanto à precipitação, Cristina Simões explicou que foram registados "aguaceiros temporariamente fortes e um pouco dispersos por todo o território, especialmente na zona centro".

Quanto à zona de Lisboa, onde se prevê que se realize no domingo uma maratona e uma meia-maratona cujo percurso inclui a travessia da Ponte Vasco da Gama, a meteorologista adianta que a previsão para esse dia "a nível de vento não é uma situação preocupante" e que, no que se refere à precipitação, "poderá haver aguaceiros que temporariamente poderão ser mais fortes", acrescentando que "não é uma situação que persista por muito tempo".

Cristina Simões disse que esta informação já foi transmitida à Proteção Civil, sublinhando que não cabe ao IPMA decidir se o evento desportivo se realiza ou não.

Na sexta-feira, o Maratona Clube de Portugal assegurou que serão tomadas todas medidas necessárias para salvaguardar, no domingo, os cerca de 24.000 participantes na maratona e na meia-maratona de Lisboa, em função da evolução meteorológica.

Em comunicado, o clube organizador do evento informa que, "em função dos alertas meteorológicos adversos que estão a ser emitidos para este fim de semana (...) tomará todas as medidas necessárias no sentido de salvaguardar a integridade física dos participantes nas provas previstas".

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52