sicnot

Perfil

País

Estudo indica que portugueses no Luxemburgo têm falta de vitamina D

Os emigrantes portugueses estão entre os grupos com maior risco de sofrer de falta de vitamina D, uma carência que pode provocar doenças cardiovasculares ou osteoporose, indica um estudo do Instituto de Saúde do Luxemburgo.

© Suzanne Plunkett / Reuters

Os investigadores do Instituto Público Luxemburguês analisaram uma amostra de 1.432 adultos, representativa da população residente no Luxemburgo, incluindo portugueses, que correspondem a 10% do grupo estudado.

O estudo conclui que mais de 80% da população no Luxemburgo tem falta de vitamina D, estando "os residentes de origem portuguesa ou de países extra-comunitários entre os grupos mais vulneráveis", que incluem também fumadores, obesos e pessoas que não consomem álcool.

De acordo com as conclusões, a que a Lusa teve acesso, 85,6% dos portugueses têm níveis de vitamina D inferiores aos recomendados, contra 69,6% dos luxemburgueses.

Quase um quarto dos portugueses no Luxemburgo (22,7%) sofrem de avitaminose ou de carência grave, uma percentagem que no caso dos luxemburgueses e de outros imigrantes europeus ronda os 15 %.

A vitamina D é obtida principalmente pela exposição ao sol, através da ação dos raios ultravioleta, sendo os alimentos "insuficientes para fornecer os níveis de que o corpo precisa", disse à Agência Lusa uma das autoras do estudo, Ala'a Alkerwi.

Os investigadores não sabem "por que razão os portugueses, os fumadores ou os obesos têm maior risco de sofrer de falta de vitamina D", e vão conduzir um segundo estudo para investigar as causas desta carência.

"Estamos a organizar um segundo estudo com a mesma amostra, para obtermos informação sobre a exposição ao sol ou as atividades ao ar livre destes grupos, e saber também se usam protetor solar, que impede a vitamina D de ser sintetizada", disse à Lusa a investigadora.

A falta de vitamina D aumenta o risco de doenças cardiovasculares, osteoporose, doenças imunológicas e alguns tipos de cancro, e os emigrantes portugueses devem estar particularmente atentos à possibilidade de carência, alertou a investigadora.

"Os doentes [de grupos de risco] devem discutir com os médicos de família a possibilidade de fazerem análises aos níveis de vitamina D, uma a duas vezes por ano. Em caso de carência, devem ser tratados com suplementos orais", recomendou.

Este é o primeiro estudo conduzido no país sobre carência de vitamina D, considerado "um problema de saúde pública, não só no Luxemburgo, como em todo o mundo".

"O Luxemburgo, apesar das condições climáticas desfavoráveis à exposição solar, era até aqui um dos poucos países europeus sem informação nacional sobre os níveis de vitamina D", indicam os autores do estudo.

  • Maratona da democracia em Barcelona
    1:18

    New Articles

    Na Catalunha, milhares de pessoas alimentam o braço de ferro com Madrid. Em Barcelona decorre a maratona pela democracia decorre na Praça da Universidade. A iniciativa repete-se noutros 300 municípios da região.

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o Expresso reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o Expresso reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.