sicnot

Perfil

País

Seis barras marítimas fechadas e seis condicionadas devido ao mau tempo

Seis barras marítimas estão este domingo encerradas a toda a navegação e seis condicionadas a embarcações de determinado comprimento ou em algumas horas, num dia em que o mau tempo deverá manter-se.

De acordo com o site da Marinha, estão fechadas as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Lagos, Faro, Tavira e Vila Real de Santo António. (Arquivo)

De acordo com o site da Marinha, estão fechadas as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Lagos, Faro, Tavira e Vila Real de Santo António. (Arquivo)

Lusa

De acordo com o 'site' da Marinha, estão fechadas as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Lagos, Faro, Tavira e Vila Real de Santo António.

As barras da Figueira da Foz, Aveiro, Douro, Vila do Conde e Póvoa do Varzim estão condicionadas a embarcações de determinado comprimento e na de São Martinho do Porto só é permitida a navegação na preia-mar.

O IPMA colocou as regiões do Centro e do Sul de Portugal continental sob aviso amarelo na manhã de hoje, prevendo "aguaceiros temporariamente fortes", uma situação que deverá manter na segunda-feira, melhorando no dia seguinte.

No sábado à noite, a meteorologista Cristina Simões, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), disse à agência Lusa que, para domingo e para segunda-feira, prevê-se "a passagem de algumas linhas de instabilidade que dão temporariamente uma precipitação um pouco mais intensa", antecipando que esses aguaceiros podem ser superiores a 10 milímetros por hora, o que justifica o alerta amarelo para o centro e sul no domingo de manhã.

"Uma situação [que se prevê] também para segunda-feira, se bem que não tenhamos ainda posto o aviso. Apenas para terça-feira se prevê que esta depressão esteja mais afastada do continente, prevendo-se então uma melhoria para terça-feira", disse a meteorologista.

Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.