sicnot

Perfil

País

Seis barras marítimas fechadas e seis condicionadas devido ao mau tempo

Seis barras marítimas estão este domingo encerradas a toda a navegação e seis condicionadas a embarcações de determinado comprimento ou em algumas horas, num dia em que o mau tempo deverá manter-se.

De acordo com o site da Marinha, estão fechadas as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Lagos, Faro, Tavira e Vila Real de Santo António. (Arquivo)

De acordo com o site da Marinha, estão fechadas as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Lagos, Faro, Tavira e Vila Real de Santo António. (Arquivo)

Lusa

De acordo com o 'site' da Marinha, estão fechadas as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Lagos, Faro, Tavira e Vila Real de Santo António.

As barras da Figueira da Foz, Aveiro, Douro, Vila do Conde e Póvoa do Varzim estão condicionadas a embarcações de determinado comprimento e na de São Martinho do Porto só é permitida a navegação na preia-mar.

O IPMA colocou as regiões do Centro e do Sul de Portugal continental sob aviso amarelo na manhã de hoje, prevendo "aguaceiros temporariamente fortes", uma situação que deverá manter na segunda-feira, melhorando no dia seguinte.

No sábado à noite, a meteorologista Cristina Simões, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), disse à agência Lusa que, para domingo e para segunda-feira, prevê-se "a passagem de algumas linhas de instabilidade que dão temporariamente uma precipitação um pouco mais intensa", antecipando que esses aguaceiros podem ser superiores a 10 milímetros por hora, o que justifica o alerta amarelo para o centro e sul no domingo de manhã.

"Uma situação [que se prevê] também para segunda-feira, se bem que não tenhamos ainda posto o aviso. Apenas para terça-feira se prevê que esta depressão esteja mais afastada do continente, prevendo-se então uma melhoria para terça-feira", disse a meteorologista.

Lusa

  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Aprovadas mudanças no acesso ao ensino superior

    País

    O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, bem como os princípios orientadores da avaliação, voltando a nota de Educação Física a contar para a média de acesso ao ensino superior. No caso dos alunos do ensino profissional, são eliminados requisitos considerados discriminatórios no acesso ao ensino superior.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC