sicnot

Perfil

País

Proteção Civil encontra corpo de mulher que estava desaparecida na Madeira

O corpo da mulher que estava desaparecida desde a manhã de hoje na freguesia do Campanário, depois de ter sido arrastado pela água de dois poços de rega, foi encontrado ao final da tarde.

© Fabrizio Bensch / Reuters

O presidente do Serviço Regional da Proteção Civil da Madeira, Luis Néri, confirmou à agência Lusa que o corpo foi encontrado e que o óbito foi atestado pelo delegado de saúde.

Uma mulher com cerca de 70 anos foi dada desaparecida na manhã de hoje na freguesia do Campanário, concelho da Ribeira Brava, na zona oeste da ilha da Madeira, depois de ter sido arrastada pela água de dois poços de rega, cujas paredes rebentaram.

O presidente da câmara da localidade, Ricardo Nascimento, afirmou à Lusa que na origem da situação estará, alegadamente, o facto dos poços de rega "estarem cheios devido à forte precipitação que tem caído neste arquipélago", tendo a mulher, supostamente, sido surpreendida quando passava na zona, no sítio das Furnas e Amoreira.

No local estiveram os bombeiros, elementos da Câmara Municipal da Ribeira Brava e do Serviço Regional de Proteção Civil, com uma equipa de resgate de montanha e cães, tendo sido acionados, ao início da tarde, os meios da Marinha e da Força Aérea.

O responsável da Proteção Civil, Luis Néri, informou que as buscas na área circundante se revelaram infrutíferas e que o perímetro foi alargado a jusante, visto que a água foi parar a um ribeiro que desagua no mar, na zona do Calhau da Lapa, mas o corpo acabou por ser encontrado a alguns metros abaixo dos tanques que rebentaram

Segundo o comandante da Zona Marítima, o helicóptero Merlin EH101 da Força Aérea Portuguesa que participou nas buscas esteve duas horas na zona e já regressou ao Porto Santo pelas 15:30.

A área marítima foi batida pelo navio patrulha, uma embarcação e uma mota da autoridade marítima e uma outra do SANAS (Corpo Voluntário de Salvadores Náuticos), acrescentou.

Lusa

  • As primeiras reações à morte de Chester Bennington

    Cultura

    Chester Bennington, vocalista da banda de metal alternativo Linkin Park, morreu esta quinta-feira em casa em Palos Verdes Estates, no estado da Califórnia, nos EUA. Várias celebridades já reagiram à morte do músico de 41 anos. Segundo o TMZ, o cantor da banda norte-americana suicidou-se.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26
  • O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional

    Mundo

    A antiga estrela de futebol americano O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional, depois de ter cumprido nove anos de prisão num estabelecimento prisional do estado do Nevada, nos Estados Unidos.

  • Filho do leão Cecil também foi abatido por um caçador

    Mundo

    Xanda pode ter tido o mesmo fim que o seu pai, o leão Cecil, que em 2015 foi abatido por um caçador, no Zimbabué. Na altura, a morte de Cecil tomou proporções inéditas, chegando uma imagem do leão a ser projetada na fachada do Empire State Building. Agora, Xanda terá sido abatido a tiro por um caçador de troféus.