sicnot

Perfil

País

Proteção Civil encontra corpo de mulher que estava desaparecida na Madeira

O corpo da mulher que estava desaparecida desde a manhã de hoje na freguesia do Campanário, depois de ter sido arrastado pela água de dois poços de rega, foi encontrado ao final da tarde.

© Fabrizio Bensch / Reuters

O presidente do Serviço Regional da Proteção Civil da Madeira, Luis Néri, confirmou à agência Lusa que o corpo foi encontrado e que o óbito foi atestado pelo delegado de saúde.

Uma mulher com cerca de 70 anos foi dada desaparecida na manhã de hoje na freguesia do Campanário, concelho da Ribeira Brava, na zona oeste da ilha da Madeira, depois de ter sido arrastada pela água de dois poços de rega, cujas paredes rebentaram.

O presidente da câmara da localidade, Ricardo Nascimento, afirmou à Lusa que na origem da situação estará, alegadamente, o facto dos poços de rega "estarem cheios devido à forte precipitação que tem caído neste arquipélago", tendo a mulher, supostamente, sido surpreendida quando passava na zona, no sítio das Furnas e Amoreira.

No local estiveram os bombeiros, elementos da Câmara Municipal da Ribeira Brava e do Serviço Regional de Proteção Civil, com uma equipa de resgate de montanha e cães, tendo sido acionados, ao início da tarde, os meios da Marinha e da Força Aérea.

O responsável da Proteção Civil, Luis Néri, informou que as buscas na área circundante se revelaram infrutíferas e que o perímetro foi alargado a jusante, visto que a água foi parar a um ribeiro que desagua no mar, na zona do Calhau da Lapa, mas o corpo acabou por ser encontrado a alguns metros abaixo dos tanques que rebentaram

Segundo o comandante da Zona Marítima, o helicóptero Merlin EH101 da Força Aérea Portuguesa que participou nas buscas esteve duas horas na zona e já regressou ao Porto Santo pelas 15:30.

A área marítima foi batida pelo navio patrulha, uma embarcação e uma mota da autoridade marítima e uma outra do SANAS (Corpo Voluntário de Salvadores Náuticos), acrescentou.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.