sicnot

Perfil

País

Diretor-geral da Saúde garante que situação da bactéria em Gaia está controlada

Diretor-geral da Saúde garante que situação da bactéria em Gaia está controlada

O diretor-geral da Saúde, Francisco George, garante que a situação do Hospital de Gaia, provocada por uma bactéria, está controlada mas não exclui o aparecimento de novos casos. A dificuldade em combater a bactéria está na resistência que ela oferece aos antibióticos.

  • Bactéria infetou 30 doentes no Hospital de Gaia, oito morreram
    2:43

    País

    Oito pessoas morreram no Hospital de Gaia infetadas por uma bactéria que atingiu ao todo 30 doentes. Treze pessoas ainda estão internadas. A administração do Hospital de Gaia é acusada pelos médicos de ter escondido o caso durante mais de um mês. Depois da denúncia, a direção convocou uma conferência de imprensa de urgência para esta manhã, para dizer que não há razão para alarme.

  • Hospital de Gaia diz que não há doentes em cuidados intensivos com bactéria mortal
    1:15

    País

    O Hospital de Gaia garantiu hoje que não há, neste momento, nos seus cuidados intensivos doentes infetados com a bactéria, identificada em agosto naquela unidade, que contaminou 30 pessoas, das quais oito acabaram por morrer. De acordo com a Coordenadora do Grupo Coordenador Local do Programa de Prevenção e Controlo de Infeção e Resistência aos Antimicrobiano do Centro Hospitalar Gaia/Espinho (CHVNG/E), Margarida Mota, atualmente estão identificados 30 doentes com a bactéria, dos quais oito apresentavam evidência clínica de infeção, sendo os restantes considerados portadores assintomáticos.

  • Presidente da Federação dos Médicos critica administração do Hospital de Gaia
    1:11

    País

    Oito pessoas morreram e 22 foram infetadas no Hospital de Gaia pela bactéria Klebsiella pneumoniae muito resistente a antibióticos. A informação foi avançada na edição de hoje do Jornal de Notícias. A presidente da Federação Nacional dos Médicos, Merlinde Madureira, lança duras críticas à administração do Hospital de Gaia que tinha o dever de esclarecer a população.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.