sicnot

Perfil

País

PS prepara moção de rejeição ao programa da coligação PSD/CDS-PP

A Comissão Política do PS prepara-se para dar mandato ao Grupo Parlamentar socialista para apresentar uma moção de rejeição ao programa de Governo da coligação PSD/CDS, disse hoje à agência Lusa fonte da direção do partido.

MANUEL DE ALMEIDA

A mesma fonte adiantou que a intervenção hoje do secretário-geral do PS, António Costa, na abertura da reunião da Comissão Política Nacional, mereceu "uma ampla concordância" por parte dos membros deste órgão partidário.

Após a comunicação ao país do Presidente da República, Cavaco Silva, na qual anunciou a indigitação como primeiro-ministro do presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, o dirigente socialista João Soares já tinha sinalizado a possibilidade de o PS avançar com uma moção de rejeição, acompanhando nesta iniciativa legislativa o Bloco de Esquerda e o PCP

João Soares lamentou que o Presidente da República tenha indigitado o líder do PSD como primeiro-ministro, numa decisão que faz o país "perder tempo", porque "inevitavelmente" Passos Coelho vai ser derrubado no parlamento.

"Penso muito sinceramente que esta decisão do Presidente da República faz o país perder tempo, porque, inevitavelmente, aquele que foi indigitado como futuro primeiro-ministro vai cair nesta Assembleia da República, não tenho sobre isso qualquer espécie de dúvidas", afirmou João Soares aos jornalistas no parlamento, após a comunicação do Presidente.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19