sicnot

Perfil

País

Retrato de Luaty Beirão no "muro das Amoreiras" para dar força ao ativista luso-angolano

O 'graffiter português Slap pintou no "muro das Amoreiras", em Lisboa, um retrato do músico e ativista luso-angolano Luaty Beirão, para "dar força" à luta pela liberdade de expressão, que devia ser um combate "de todos".

Manuel de Almeida

Num fundo amarelo, o rosto de Luaty a preto com uma coroa de espinhos e uma frase de "Redemption Song", uma canção de Bob Marley: How long shall they kill our prophets while we stand aside and look? (Durante quanto tempo devem eles matar os nossos profetas enquanto ficamos à margem a olhar?).

"É um mural para dar força à luta dele, que é por liberdades e direitos. Uma luta que devia ser de todos nós", disse Slap em declarações à agência Lusa.

A decisão de pintar o mural surgiu quando Slap soube a data do início do julgamento, dia 16 de novembro, que viu "como uma sentença de morte antecipada".

O 'graffiter' acredita que "com alguém a sacrificar-se pelos outros", a mudança é "inevitável". "Só não sabemos quando e o quê irá acontecer", disse.

A peça demorou dois dias a estar pronta.

Luaty Beirão, de 33 anos, está detido desde 20 de junho e entrou em greve de fome há 33 dias.

Com ele foram detidos outros 14 ativistas, que estão também em prisão preventiva.

Em causa está uma operação policial desencadeada a 20 de junho de 2015, quando 15 ativistas angolanos foram detidos em Luanda, em flagrante delito, durante a sexta reunião semanal de um curso de formação de ativistas, para promover posteriormente a destituição do atual regime, diz a acusação.

Outros dois jovens foram detidos dias depois. Dos 17, apenas dois se encontram a aguardar julgamento em liberdade.

Foram todos acusados - entre outros crimes menores - da coautoria material de um crime de atos preparatórios para uma rebelião e para um atentado contra o Presidente de Angola, no âmbito desse curso de formação, que decorria desde maio.

Segundo a acusação, reuniam-se aos sábados para discutir as estratégias e ensinamentos da obra "Ferramentas para destruir o ditador e evitar uma nova ditadura, filosofia da libertação para Angola", do professor universitário Domingos da Cruz - um dos arguidos detidos -, adaptado do livro "From Dictatorship to Democracy", do norte-americano Gene Sharp.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.