sicnot

Perfil

País

Francisco Balsemão lamenta que Soares e Guterres não possam estar mais presentes

Francisco Pinto Balsemão disse estar orgulhoso com o prémio "Mário de Castro Alves", já atribuído a Mário Soares e António Guterres, personalidades que lamenta não poderem estar "tão atuantes" na política portuguesa como deveriam "neste momento difícil".

"Mário Soares e António Guterres, além de amigos, são pessoas que fazem bastante falta e que, infelizmente, não podem estar tão atuantes na cena política portuguesa como deveriam estar neste momento difícil que atravessamos", disse o antigo primeiro-ministro. (Arquivo)

"Mário Soares e António Guterres, além de amigos, são pessoas que fazem bastante falta e que, infelizmente, não podem estar tão atuantes na cena política portuguesa como deveriam estar neste momento difícil que atravessamos", disse o antigo primeiro-ministro. (Arquivo)

© Reuters Photographer / Reuters

"Estou muito orgulhoso por receber este prémio com este nome, mas também orgulhoso e agradecido porque na longa lista de premiados de grande valor [...] estão o embaixador Mário Vilalva e o Dr. Horta e Costa [...] e outras duas pessoas, Mário Soares e António Guterres, que além de amigos, são pessoas que fazem bastante falta e que, infelizmente, não podem estar tão atuantes na cena política portuguesa como deveriam estar neste momento difícil que atravessamos", disse.

O antigo primeiro-ministro, fundador do PSD e atual presidente do grupo de comunicação social Impresa, falava depois de ter hoje recebido o "Prémio Dário de Moreira Castro Alves".

O prémio é promovido pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Brasileira e distingue uma personalidade portuguesa ou brasileira que se tenha destacado por iniciativas desenvolvidas em prol da valorização e integração da comunidade brasileira em Portugal.

Francisco Pinto Balsemão destacou a importância de Dário de Castro Alves, lembrando-o, como fez a sua biografa Kathleen, Gomes, como o mais português dos diplomatas brasileiros.

Questionado à margem sobre a situação política atual do país, Pinto Balsemão nada quis comentar.

Lusa

  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Grafitter morre após cair do telhado da estação de Sete Rios
    0:57

    País

    Um grafitter morreu no sábado na estação intermodal de Sete Rios, em Lisboa. O jovem caiu de uma altura de seis metros, enquanto fazia um grafitti. As autoridades terão sido alertadas por um amigo, mas quando o INEM chegou o jovem de 21 anos já estava morto.

  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Pelo menos 22 corpos retirados de hotel atacado em Cabul

    Mundo

    Pelo menos 22 corpos foram removidos do hotel de Cabul, no Afeganistão, atacado neste fim de semana pelos talibãs e alguns serão difíceis de identificar por estarem calcinados, de acordo com um novo relatório do Ministério da Saúde.

  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.