sicnot

Perfil

País

MP quer levar a julgamento canadiano acusado de violar regras de livre concorrência

O Ministério Público quer levar a julgamento um homem de nacionalidade canadiana doutorado em Economia em Harvard pela prática do crime de manipulação de mercado sobre títulos da dívida soberana portuguesa.

Segundo a acusação a que a SIC teve acesso, o arguido, residente em Londres, terá obtido uma mais-valia superior a 800 mil euros através da manipulação de títulos da dívida portuguesa contribuindo para a subida das taxas de juro da dívida pública.


De acordo com o Ministério Público, para influenciar os investidores e assim potenciar os ganhos e as mais-valias, terá publicado em 2010 vários artigos em blogs e até num jornal de referência mundial.


Os artigos nunca mencionavam os interesses pessoais do arguido e terão tido impacto na subida das taxas de juro da dívida pública.
O homem está agora acusado de violar as regras de livre concorrência e a confiança do mercado.

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),

  • "A maioria das pessoas que criticou André Ventura nunca viveu esses problemas"
    3:43

    Opinião

    A polémica em torno das declarações do candidato do PSD à Câmara de Loures, André Ventura, sobre o modo de vida da etnia cigana no concelho, esteve em análise no Jornal da Noite desta segunda-feira. Miguel Sousa Tavares defende que "os problemas existem mas não podem ser generalizados". O comentador SIC considera, ainda assim, que André Ventura tem razão quando diz que "a maioria das pessoas que o criticou nunca viveu esses problemas".

    Miguel Sousa Tavares