sicnot

Perfil

País

Os desmaios, atrapalhações e surpresas que marcaram tomadas de posse de governos

O desmaio de Cavaco, a atrapalhação de Santana com o discurso, o ar espantado de Portas quando ouviu que também seria ministro do Mar, foram momentos que marcaram as tomadas de posse dos Governo nos últimos 15 anos.

6 de outubro de 2015 - Pedro Passos Coelho com o Presidente da República

6 de outubro de 2015 - Pedro Passos Coelho com o Presidente da República

© Rafael Marchante / Reuters

A par da componente formal das tomadas de posse dos novos Governos, as cerimónias dos últimos 15 anos acabaram também por ficar marcadas por situações inesperadas, como o repentino desfalecimento do atual Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, durante a tomada de posse de António Guterres como primeiro-ministro, em 1995, no Palácio da Ajuda.

Pedindo depois desculpas pela perturbação causada, Cavaco Silva, que nesse dia se despedia de dez anos à frente do executivo, explicou que as últimas horas tinham sido "terríveis" devido à morte do seu sogro.

Quatro anos depois, António Guterres regressou ao Palácio da Ajuda para a posse do seu segundo Governo, desta vez sem incidentes, mas com algumas novidades no elenco governamental, como a criação do novo ministério da Igualdade, entregue a Maria de Belém Roseira, e a junção dos ministérios da Economia e das Finanças.

Dois anos e meio depois, a 06 de abril de 2002, pouco depois das 11:00, o Governo de coligação PSD/CDS-PP chefiado por Durão Barroso começou também a tomar posse, numa cerimónia que decorreu sem perturbações.

Em julho de 2004, depois da saída de Durão Barroso do executivo para presidir à Comissão Europeia, foi Pedro Santana Lopes que tomou posse como primeiro-ministro, numa cerimónia rica em pequenos 'episódios'.

Terceiro ministro a ser empossado, Paulo Portas não escondeu o espanto quando ouviu que a sua pasta iria designar-se não apenas Defesa, mas incluiria também os Assuntos do Mar.

Depois, quando Santana Lopes discursou pela primeira vez enquanto primeiro-ministro, acabou por trocar as páginas, saltando parágrafos e voltando atrás no discurso, que se prolongou por cerca de 30 minutos.

Ainda antes da tomada de posse tinha-se gerado outra pequena 'confusão', com Teresa Caeiro, que conforme se recordou na altura é "filha e neta de militares", a ser dada como certa a meio da tarde no ministério da Defesa, como secretária de Estado adjunta do ministro da Defesa e dos Antigos Combatentes.

Contudo, a verdade é que ao final da mesma tarde, Teresa Caeiro acabaria por tomar posse como secretária de Estado das Artes e do Espectáculo.

Apenas oito meses depois, tomou posse o primeiro Governo de José Sócrates, mas, ao contrário do que é habitual, no início da troca de saudações entre os novos ministros e os cessantes, as atenções não se concentraram no cumprimento entre o chefe do novo executivo e o seu antecessor, que chegou com dez minutos de atraso, à semelhança do ministro da Defesa cessante, Paulo Portas.

Depois das críticas contundentes com que o CDS-PP recebeu a nomeação do seu fundador para ministro do primeiro Governo de maioria absoluta socialista, os 'holofotes' dirigiram-se para o cumprimento frio entre Paulo Portas e Freitas do Amaral, que não durou mais de três segundos e deu apenas tempo para o líder dos democratas-cristãos desejar "felicidades" ao novo titular da pasta dos Negócios Estrangeiros.

As duas tomadas de posse mais recentes, do segundo Governo de José Sócrates em 2009 e do primeiro executivo liderado por Pedro Passos Coelho, que tomou posse a 21 de junho de 2011, não ficaram marcadas por episódios dentro do Palácio da Ajuda, mas registaram pequenas manifestações no exterior da dupla de humoristas "Homens da Luta".

Lusa

  • Governo toma hoje posse no Palácio da Ajuda

    Novo Governo

    O XX Governo Constitucional liderado pelo social-democrata Pedro Passos Coelho toma hoje posse, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, com queda pré-anunciada através de moções de rejeição de PS, BE e PCP ao programa do executivo. Veja aqui em direto a partir das 11:00 numa emissão especial SIC Notícias.

  • Novo Governo tem oito novos ministros
    3:55

    País

    Vinte e três dias depois das eleições legislativas, há, finalmente, um governo. O Presidente da República deu esta terça-feira luz verde à proposta apresentada por Passos Coelho e dá posse ao novo Executivo na próxima sexta-feira. Há dois novos ministérios e oito novos ministros. Há também pastas que se autonomizam e outras que acumulam competências.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17