sicnot

Perfil

País

Peditório da Liga Contra o Cancro arranca hoje em todo o país

Cerca de 30 mil voluntários da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) iniciam hoje o peditório a favor da organização, que decorrerá em todo o país até segunda-feira.

A iniciativa tem como objetivo "alertar a população para a importância de contribuir para esta causa", refere a instituição em comunicado.

"Lançamos novamente o repto aos portugueses para que se juntem à LPCC e à luta contra o cancro", afirma o presidente da LPCC, Francisco Cavaleiro de Ferreira, lembrando que o peditório "é uma das ações de angariação mais importantes" para a liga.

As receitas do peditório permitem dar continuidade aos diversos projetos que a Liga tem vindo a desenvolver na luta contra o cancro.

"No entanto, mais do que uma recolha de fundos, queremos que este seja um exemplo nacional de entreajuda e de solidariedade para fazermos mais e ajudarmos mais", sublinha Francisco Cavaleiro de Ferreira, em comunicado.

Durante os quatro dias da iniciativa, os voluntários vão estar em locais distintos, como centros comerciais, igrejas, cemitérios, supermercados e principais ruas da cidade devidamente identificados com o colete da instituição e com o cofre.

Este ano, além da contribuição tradicional, os portugueses poderão fazer o seu donativo através de 'QRCode'(código de resposta rápida para identificação digital), de "forma simples e segura".

Esta ação decorre em todo o país, sob as orientações dos respetivos Núcleos Regionais da LPCC -- Norte, Centro, Sul, Açores e Madeira.

Com o intuito de alertar a população para a importância de contribuir para esta causa, a LPCC está a promover novamente uma campanha de sensibilização cujo mote é "Contra o Cancro Todos Contam".

A campanha, disponível em imprensa, 'mupis', online e TV, conta com a participação da cantora Mariza, do ator Paulo Pires, o ex-jogador Pauleta, a judoca Telma Monteiro e da atriz Ana Sofia Martins.

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.