sicnot

Perfil

País

Greve de enfermeiros na Madeira com adesão de 85%, afirma sindicato

A greve de enfermeiros que hoje começou na Região Autónoma da Madeira está a registar uma adesão de cerca de 85%, segundo fonte sindical.

A greve foi convocada pelo Sindicato dos Enfermeiros da Região Autónoma da Madeira (SERAM) para hoje e terça-feira, reivindicando a harmonização salarial dos enfermeiros com contrato individual de trabalho.

De acordo com os dados do SERAM, "durante o turno da noite, a maior parte dos serviços de internamento no Hospital Dr. Nélio Mendonça e no dos Marmeleiros, teve uma adesão de 95%".

Nestes serviços "só foram assegurados as obrigações mínimas de acordo com as diretivas de greve necessárias aos utentes internados", disse o dirigente sindical Juan Carvalho, adiantando que, quando conjugados os valores do turno da noite com os do turno da manhã, a adesão se fixa nos 85%.

Falta ainda apurar alguns dados dos centros de saúde regionais, segundo a mesma fonte.

O sindicato considera "inadmissível que na sequência do acordo alcançado com o Ministério da Saúde no passado dia 29 de setembro, a Secretaria Regional da Saúde e o Serviço Regional de Saúde da Madeira teimem em manter a crónica situação de discriminação salarial entre enfermeiros".

Da parte do Serviço Regional de Saúde, contactado pela Lusa, não há qualquer comentário aos números veiculados pelo sindicato.

  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.

  • Se

    Se Jaime Marta Soares tiver razão, se a ciência e as autoridades não forem - outra vez? - manipuladas pelo poder político, se a investigação - independente - concluir que o fogo começou muito antes da trovoada, então, estamos diante de um dos maiores embustes do Portugal democrático.

    Pedro Cruz

  • Governo cria fundo de apoio para as pessoas afetadas pelos incêndios
    1:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O ministro do Planeamento e Infraestruturas reuniu-se esta quarta-feira com os autarcas de Figueró dos Vinhos, Castanheira de Pera e Pedrógão  Grande. O Governo criou um fundo financeiro, com o contributo dos portugueses, para apoiar a reconstrução das habitações e a vida das pessoas afetadas pelos incêndios que lavram desde sábado. O fundo será aprovado quinta-feira em Conselho de Ministros.

  • A reconstrução da Nacional 236
    1:44
  • Harry admite que ninguém na família real britânica quer ser rei ou rainha

    Mundo

    O príncipe Harry admitiu que nenhum dos mais jovens membros da família real britânica quer ser rei ou rainha. Numa entrevista exclusiva à revista norte-americana Newsweek, na qual aborda temas como a morte da mãe, que perdeu com apenas 12 anos, Harry afirma que ele e o irmão estão empenhados em "modernizar a monarquia".

    SIC