sicnot

Perfil

País

Isabel Moreira acusa Portas de "extremismo antidemocrático"

A deputada do PS Isabel Moreira acusa Paulo Portas de "extremismo antidemocrático" por considerar que um governo de esquerda é um "golpe de secretaria".

https://www.facebook.com/isabel.moreira

https://www.facebook.com/isabel.moreira


Numa carta aberta, publicada no Facebook esta manhã, a deputada recorda que o vice primeiro-ministro defendeu em 2011 que se a direita tivesse maioria no Parlamento deveria governar.

Por isso, Isabel Moreira defende que o facto de Paulo Portas dizer agora que o país está perante um "golpe de secretaria" mostra que, para o líder do CDS, "vale tudo" para criar um "bom slogan".


Isabel Moreira escreve ainda que considerar o Parlamento como uma secretaria é uma ofensa para todos os portugueses.

Carta aberta:

"Pequeníssima carta aberta ao Dr. Paulo Portas:
Excelência ,
1. É do seu conhecimento que num debate com Pedro Passos Coelho defendeu, e bem, que os governos se formam no parlamento - deu o exemplo de uma hipotética maioria parlamentar de direita que o povo elegesse.
2. Nós, humildes cidadãos , estamos recordados das suas palavras, de resto corretíssimas e em conformidade com o sistema de governo em que vivemos.
3. Defendeu, portanto, a total legitimidade do diálogo atual do PS com a CDU e o BE, com vista a que da AR emane um governo de suporte maioritário de esquerda, porque os cidadãos elegem deputados que decidem quem governa, não elegem governos .
5. Vem agora v. Excelência afirmar a linha que seguirá na oposição : estamos perante um " golpe de secretaria".
6. Sei que não está sem memória do que disse no referido debate, pelo que imagino que para si tudo valha para um " slogan ".
7. Para além do que releva dos juízos que cada um faça da sua conduta, vejo- me forçada a dizer-lhe que o extremismo anti-democrático encontrou na sua pessoa um representante de boa oratória .
8. Mais gostaria de acrescentar que ter a casa da democracia como uma " secretaria" é ofensivo para todas e todos os portugueses recordados de uma assembleia nacional, essa sim, muito parecida com uma secretaria .
9. Fica aqui a minha singela carta aberta, sabendo que me cruzarei consigo proximamente . Eu, como deputada eleita pelo povo ; o senhor, como secretário. De resto, em vários sentidos .

Cumprimentos ,

Isabel Moreira"

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.