sicnot

Perfil

País

Presidente do BCP quer estabilidade política "quer seja mais à direita ou mais à esquerda"

O presidente do BCP, Nuno Amado, afirmou esta segunda-feira que a "estabilidade política e o cumprimento dos compromissos" são essenciais para um futuro governo, "quer seja mais à direita ou mais à esquerda".

O presidente do BCP, Nuno Amado.

O presidente do BCP, Nuno Amado.

MIGUEL A. LOPES / Lusa

"Havendo estabilidade política a prazo, havendo um compromisso importante com as entidades que nos acompanham e havendo uma situação de confiança em que os investidores possam continuar as suas perspetivas de investimento, a política pode ser mais acima ou mais a baixo, mais à direita ou mais à esquerda, penso que virá alguma bonança", afirmou Nuno Amado aos jornalistas na apresentação de resultados do terceiro trimestre do banco.

O resultado líquido do BCP atingiu 264,5 milhões de euros entre janeiro e setembro, um valor que compara com o prejuízo de 109,5 milhões de euros apurado no período homólogo de 2014, revelou hoje o banco.

"Continuámos uma recuperação sustentada do resultado 'core', isto é, sem extraordinários, sendo de salientar o contributo positivo da atividade em Portugal, algo que já não acontecia há vários anos", salientou o presidente do BCP.

"São resultados muito interessantes. Estamos a ter trimestre a trimestre uma recuperação clara dos resultados do banco", assinalou Nuno Amado, acrescentando que, ainda assim, "o ambiente continua muito difícil e complexo".

Lusa

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.