sicnot

Perfil

País

Acidentes nas estradas provocaram 398 mortos este ano

Os acidentes nas estradas portuguesas provocaram este ano 398 mortos, mais 13 do que em igual período de 2014, segundo dados avançados esta terça-feira pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Os distritos com mais vítimas mortais este ano foram o Porto (46), Aveiro (42) e Lisboa (40), enquanto Bragança (três) e Viana do Castelo (sete) foram os que registaram menos mortos, entre 1 de janeiro e 31 de outubro. (Arquivo)

Os distritos com mais vítimas mortais este ano foram o Porto (46), Aveiro (42) e Lisboa (40), enquanto Bragança (três) e Viana do Castelo (sete) foram os que registaram menos mortos, entre 1 de janeiro e 31 de outubro. (Arquivo)

Lusa

A ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, adianta que os acidentes também aumentaram este ano ligeiramente, tendo-se registado, entre 1 de janeiro e 31 de outubro, 101.128 desastres, mais 5.201 do que no mesmo período de 2014.

Os distritos com mais vítimas mortais este ano foram o Porto (46), Aveiro (42) e Lisboa (40), enquanto Bragança (três) e Viana do Castelo (sete) foram os que registaram menos mortos, entre 1 de janeiro e 31 de outubro, refere a Segurança Rodoviária.

Segundo a ANSR, os 101.128 acidentes causaram igualmente este ano 1.817 feridos graves, mais 47 do que no mesmo período de 2014, quando ficaram gravemente feridas 1770 pessoas.

Também os feridos ligeiros diminuíram ligeiramente até 31 de outubro, tendo-se registado 31.142, contra os 30.482 registado em igual período de 2014.

Os dados da ANSR dizem respeito às vítimas mortais cujo óbito ocorreu no local do acidente ou a caminho do hospital.

Lusa

  • Condutora que atropelou peregrinos "internada compulsivamente"

    País

    A condutora do veículo que hoje atropelou seis peregrinos na Estrada Nacional 365, em Alcanena, apresentava problemas do foro psicológico e teve de ser internada compulsivamente. O atropelamento esta madrugada fez uma vítima mortal, um homem, e feriu cinco pessoas, uma das quais em estado grave.

  • Maduro deve ser reeleito em eleições contestadas pela oposição
    1:46

    Mundo

    Os venezuelanos elegem hoje o Presidente que deverá estar à frente do país até 2025. Há quatro candidatos, mas Nicolás Maduro é o favorito na corrida. A oposição apelou ao boicote e vários países da América e das Caraíbas, os EUA e a UE já avisaram que não reconhecerão resultados de uma eleição que não é livre nem transparente.

  • A solução de Elon Musk para os engarrafamentos em Los Angeles
    1:23