sicnot

Perfil

País

Rastreio detetou bactéria em 102 doentes do Hospital de Gaia

O programa de rastreio de portadores da bactéria multirresistente klebsiella pneumoniae (KPC) no Hospital de Gaia identificou como infetados ou portadores (não infetados) um total de 102 doentes, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

"Em três doentes, a morte resultou, documentadamente, da infeção pela referida bactéria", lê-se numa nota publicada no Portal da Saúde.

Estudo foi realizado a todos os doentes que contactaram com os casos diagnosticados, num número total de 189, desde o passado mês de agosto.

De acordo com os resultados obtidos, dos 102 doentes, 12 tiveram infeção pela referida bactéria e 90 são portadores.

O Ministério da Saúde salienta que "75 desses 102 doentes foram identificados através do programa de rastreio, sendo que 40% dos doentes rastreados foram positivos para KPC".

"Assinale-se que a taxa de transmissão cruzada foi elevada, mas muito variável, conforme local de internamento, desde nula a mínima, na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) Polivalente e na UCI Cirurgia Torácica, a muito elevada, nas enfermarias de Medicina e de Cirurgia 'Especialidades'", refere.

De acordo com os dados disponibilizados, neste momento, 45 dos 102 doentes estão ainda internados, sendo que quatro deles com infeção e 41 sem infeção (portadores).

O Ministério da Saúde afirma que os 45 casos estão em regime de isolamento de contacto, ocupando duas áreas específicas do Hospital de Gaia (uma de Medicina e outra de Cirurgia), "com um coorte [grupo] de profissionais, dispositivos, equipamentos e logística.

Refere ainda que foram identificados todos os doentes que tiveram alta e que contactaram previamente com doentes com KPC e em que não chegou a ser realizado rastreio.

Esclarece que foi criado um sistema na urgência e na consulta que permite o seu reconhecimento imediato, de forma a serem colocados, se necessário, em regime de isolamento de contacto numa das áreas específicas e ser-lhes realizado rastreio de KPC no momento de admissão hospitalar.

Nesta altura, acrescenta o Ministério da Saúde, está completo o rastreio de contactantes e todos os doentes portadores ou infetados estão em isolamento de contacto e em grupos específicos, geográfico, logístico e de profissionais de saúde.

O hospital suspeita que a origem do surto tenha sido numa doente que fez vários ciclos de antibiótico e que partilhou, no dia 29 de junho, a mesma unidade de pós-operatório com o primeiro paciente infetado.

Lusa

  • Bactéria infetou 30 doentes no Hospital de Gaia, oito morreram
    2:43

    País

    Oito pessoas morreram no Hospital de Gaia infetadas por uma bactéria que atingiu ao todo 30 doentes. Treze pessoas ainda estão internadas. A administração do Hospital de Gaia é acusada pelos médicos de ter escondido o caso durante mais de um mês. Depois da denúncia, a direção convocou uma conferência de imprensa de urgência para esta manhã, para dizer que não há razão para alarme.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.