sicnot

Perfil

País

Jorge Sampaio defende mecanismo de acesso a bolsas de estudo para refugiados

O ex-Presidente da República, Jorge Sampaio, defendeu hoje a necessidade da criação de um mecanismo de resposta rápida que permita aos refugiados receberem bolsas de estudo de emergência, para a conclusão dos seus estudos.

Arquivo

Arquivo

Lusa

"Tenho advogado internacionalmente a necessidade de ser criado um mecanismo de resposta rápida que permita aos refugiados e estudantes de ensino superior de países em guerra, receberem bolsas de estudo de emergência, por forma a poderem concluir a sua formação", disse Jorge Sampaio.

O ex-chefe de Estado português e presidente da Plataforma Global de Assistência Académica de Emergência a Estudantes Sírios, deslocou-se hoje a Castelo Branco, para participar nas comemorações do 35.º aniversário do Instituto Politécnico local.

Sampaio explicou à plateia que se tem debruçado, nos últimos tempos, sobre a questão do papel da educação superior nas situações de emergência, como as resultantes de conflitos.

"A quem caberá senão a eles [refugiados] a reconstrução do país? Quem, senão eles poderão ser os lideres do futuro?", questionou o antigo Presidente da República.

"Este é um tema, tanto mais importante dos nossos dias, quanto o número de refugiados deslocados ultrapassa os 70 milhões e as crises humanitárias se sucedem e multiplicam à nossa volta, requerendo respostas mais rápidas", concluiu.

Lusa

  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15

    País

    Os fogos mais violentos começaram na Lousã, no distrito de Coimbra, e o cenário é desolador. Casas e empresas foram totalmente destruídas. Paulo Carvalho era dono de uma carpintaria, que foi reduzida a um monte de escombros.

  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10

    País

    As autoridades confirmaram a morte de oito pessoas no concelho de Vouzela. Agora é tempo de fazer o luto e tentar reerguer o que foi destruído pelo fogo. Os testemunhos emocionados dos moradores e do autarca relatam a destruição deixada pelas chamas. Custódia perdeu quase tudo. José teve de comprar um gerador para continuar a dar de beber às galinhas.

  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.