sicnot

Perfil

País

Nova instituição de solidariedade social ajuda a pagar medicamentos

Nasce hoje em Coimbra uma nova instituição particular de solidariedade social para ajudar os mais pobres a pagarem os medicamentos. A comparticipação do Estado é igual para todos, sejam ricos ou pobres, consoante o fármaco. Esta nova IPSS, a Dignitude, quer precisamente dar a resposta social que falta ao país: apoiar quem mais precisa, na proporção que precisa, na hora de ir à farmácia aviar as receitas médicas.

reuters

Uma ideia que nasce do próprio setor e que tem como fundadoras a Associação Nacional de Farmácias e a Apifarma, que representa a indústria farmacêutica.

O projeto vai muito mais além e congrega a Cáritas e a plataforma que representa várias associações de doentes e vários embaixadores de renome - como o "pai" do serviço nacional de saúde e antigo ministro António Arnaut, o ex-Presidente da República Ramalho Eanes e a ex-ministra da Saúde e atual candidata à Presidência da República Maria de Belém.

Para alimentar a Dignitude, que é como se vai chamar esta IPSS, vão estar contribuições de empresas, particulares, outras instituições de solidariedade e agências governamentais.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.