sicnot

Perfil

País

PJ de Aveiro detém suspeito de burla com venda de carros na Internet

A Polícia Judiciária de Aveiro anunciou hoje a detenção de um homem, de 27 anos, suspeito de ter burlado em mais de sete mil euros um pensionista, com a venda de uma viatura usada num site de anúncios classificados.

© Fabian Bimmer / Reuters

A PJ refere em comunicado que o suspeito, a quem se imputa a autoria do crime de burla qualificada, praticada de forma continuada, foi detido em flagrante delito.

Segundo os investigadores, ao longo dos últimos 15 dias, a vítima, residente no concelho de Ílhavo, fez várias transferências bancárias, até atingir o preço pedido pelo suposto vendedor, mas nunca recebeu a viatura.

"Aproveitando as debilidades emocionais da vítima e fazendo crer que estava impossibilitado de entregar a viatura face a dificuldades económicas momentâneas por que passava, arquitetou um segundo plano de apropriação de valores, convencendo, agora, a vítima a associar-se em investimentos de risco que lhe garantiriam lucros avultados, factos que motivaram sucessivas transferências bancárias", refere o comunicado.

A PJ refere ainda que a vítima, pensionista, além de ter disposto de todos os valores de que dispunha, veio a contrair empréstimos, que a deixaram em "precária condição económica".

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

A informação surgiu no mesmo dia em que vários órgãos de comunicação social noticiam a detenção de 27 pessoas, em todo o país, suspeitas de pertencerem a uma rede que se dedicava à compra fraudulenta de carros na Internet, nomeadamente no site OLX.

O Jornal de Notícias destaca, em manchete, que a fraude foi avaliada em 1,5 Milhões de euros.

Segundo o jornal, os suspeitos faziam crer ao vendedor que tinham pago o valor devido e acabavam por levar o carro sem nada terem pago.

Os veículos seriam depois falsificados para ser vendidos em Portugal ou no estrangeiro ou, então, seriam desmantelados para serem vendidas as peças.

Na operação, liderada pela PSP de Braga, foram apreendidas cerca de 35 viaturas, 50 mil euros em dinheiro e outros bens que estavam na posse dos suspeitos e que se supõe serem provenientes da atividade criminosa.

As detenções ocorreram durante 28 buscas realizadas pela PSP em Braga e arredores, e ainda no Porto, Gaia, Vila do Conde, Póvoa do Varzim, Santarém e Rio Maior.

Os detidos devem ser levados hoje ao Tribunal de Braga, onde serão ouvidos por um juiz de instrução.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".