sicnot

Perfil

País

Portugal foi o quarto país da UE que mais aumentou as emissões de gases poluentes

Portugal foi o quarto Estados-membro da União Europeia (UE) que mais aumentou as emissões de gases com efeito de estufa em 2012, face a 1990, enquanto na UE estas caíram 17,9%, divulgou hoje o Eurostat.

Martin Meissner

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, entre 1990 e 2012 as emissões caíam em quase todos os Estados-membros, bem como na média da UE, com Portugal em quarto lugar nas oito excepções, com uma subida de 14,9% nas emissões de gases com efeitos de estufa (GEE).

O país que mais aumentou as emissões de GEE, no período considerado, foi Malta (56,9%), seguindo-se Chipre (47,7%) e Espanha (22,5%).

Irlanda (7,0%), Grécia (5,7%), Áustria (4,0%) e Eslovénia (2,6%) são os restantes países que aumentaram as emissões de gases poluentes.

No outro extremo da tabela, à cabeça das descidas, estão a Letónia (-57,1% entre 1990 e 2012), a Estónia (-52,6%) e a Roménia (-52,0%), seguindo-se a Bulgária (-44,1%), a Hungria (-36,3%) e a República Checa (-32,7%).

Portugal emitia, em 1990, 62,34 milhões de toneladas de equivalente dióxido de carbono (CO2), quantidade que aumentou para as 90,08 milhões de toneladas em 2005 e passou, em 2012, para as 71,60 milhões de toneladas de equivalente a CO2.

No conjunto da UE emitiam-se, em 1990, 5702,02 milhões de toneladas de GEE, valor que baixou para 5321,17, em 2005, e 4682,94, em 2012.

A Alemanha foi o principal emissor de GEE, com 965 milhões de toneladas, seguindo-se o Reino Unido (615 milhões), a França (507 milhões), a Itália (471 milhões), a Polónia (401 milhões) e a Espanha (354 milhões).

Já no que respeita ao consumo de energia, Portugal é um dos Estados-membros que em 2013 tinha já ultrapassado os objetivos traçados para 2020, e registou a sétima maior redução (-14,5%) face a 2005.

Em 2013, em Portugal foram consumidas 21,3 toneladas de petróleo equivalente, abaixo do objetivo de 22,5 toneladas, marcado para 2020.

Os dados do Eurostat foram divulgados hoje no âmbito da preparação da cimeira sobre alterações climáticas, que será realizada em Paris, em dezembro.

Lusa

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.