sicnot

Perfil

País

Chuva vai dar tréguas no fim de semana

A chuva vai dar tréguas no próximo fim de semana e, "ao que tudo indica", no início da próxima semana, caso as previsões se mantenham, explicou a meteorologista Madalena Rodrigues, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

© Regis Duvignau / Reuters

De acordo com a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), vai registar-se uma "melhoria significativa" do estado do tempo no sábado, apenas com um aumento de nebulosidade no domingo, no norte e centro, "prevendo-se precipitação fraca no Minho, já no final do dia".

"Para o dia de hoje prevê-se céu geralmente muito nublado nas regiões do norte e centro e no sul, mas apenas com precipitação no norte e cento no litoral, diminuindo de frequência a meio da tarde. No sul poderá haver períodos de chuva fraca no Alentejo", explicou Madalena Rodrigues.

De acordo com a meteorologista, para sexta-feira está prevista ainda "alguma nebulosidade até meio da manhã e períodos de chuva fraca no norte e centro, e em especial no Minho e Douro litoral no meio da tarde".

Para o início da próxima semana, e a manterem-se os dados hoje disponíveis, Madalena Rodrigues avança que "não haverá precipitação".

"Durante a noite de sábado para domingo passa uma superfície frontal que vai dar a precipitação fraca no Minho [no domingo]. Se se mantiverem os dados de que dispomos hoje, não haverá precipitação no início da próxima semana", frisou.

No continente e para as regiões do norte e centro, o IPMA prevê céu geralmente muito nublado, com períodos de chuva ou aguaceiros, em especial no litoral, diminuindo de intensidade e frequência a partir do meio da tarde.

O vento será fraco (inferior a 15 km/h), soprando moderado (15 a 35 km/h) do quadrante sul no litoral a norte do Cabo Raso e nas terras altas até meio da tarde.

Para a região sul, o IPMA prevê céu geralmente muito nublado, com possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca no Alto Alentejo.

Quanto às temperaturas, em Lisboa e Porto estas vão oscilar entre 16 e 19 graus Celsius, em Braga entre 15 e 19, em Viana do Castelo entre 15 e 18, em Vila Real entre 11 e 17, em Bragança entre 11 e 15, em Viseu entre 11 e 16, em Coimbra entre 15 e 19, em Leiria entre 15 e 21, na Guarda entre 9 e 13, em Castelo Branco entre 14 e 18, em Santarém entre 13 e 19, em Évora e Beja entre 13 e 21, em Faro entre 16 e 21, no Funchal entre 20 e 24, em Angra do Heroísmo entre os 15 e 20 e Santa Cruz entre 12 e 19.

Lusa

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Hospital abandonado com equipamentos dentro em Vila Franca de Xira 
    4:41

    País

    O antigo Hospital de Vila Franca de Xira, encerrado há quase cinco anos, está ao abandono ainda com parte do material de saúde, como máquinas, camas, cadeiras ou macas. A SIC teve acesso a várias imagens que mostram o estado em que os equipamentos se encontram, bem como sinais de vandalismo e de assaltos.

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC