sicnot

Perfil

País

Paulo Morais pede voto secreto sobre programa na AR

O candidato à Presidência da República Paulo Morais propôs hoje a forma de "voto secreto" na votação de moções de rejeição ao programa de Governo, na próxima semana na Assembleia da República.

(SIC/ Arquivo)

"Para que cada um dos deputados possa livremente interpretar em que medida as propostas que votam se coadunam com o programa eleitoral a que se comprometeu com o seu eleitorado, apelo ao Presidente da Assembleia da República que, perante eventuais moções de rejeição ao programa de Governo, proponha a sua votação por voto secreto", afirma o candidato, num comunicado enviado à agência Lusa.

Paulo Morais recorda que, passado um mês sobre as eleições legislativas, "os portugueses ainda não sabem qual vai ser a solução governativa dos próximos tempos".

"Em perspectiva, temos agora um Governo liderado por Pedro Passos Coelho, expetavelmente enxertado de propostas do programa socialista, ou, em alternativa, um Governo dirigido por António Costa, acrescentado de propostas de outros partidos designados de esquerda", acrescenta.

Paulo Morais sublinha que, "só desta forma, e em plena consciência, cada um dos deputados poderá decidir, no respeito pela Constituição da República Portuguesa, que no seu artigo 155.º determina que 'os deputados exercem livremente o seu mandato'".

Antigo vice-presidente da câmara do Porto, com os pelouros do Urbanismo, Ação Social e Habitação, durante o mandato do social-democrata Rui Rio (PSD), de 2002 a 2005, Paulo Morais, de 51 anos, notabilizou-se pela defesa de posições anticorrupção.

Pertence à associação cívica Transparência e Integridade e é professor universitário.

A cerca de três meses do final do mandato do atual Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, são já 17 os candidatos que anunciaram a intenção de entrar na corrida a Belém.

Lusa

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC