sicnot

Perfil

País

Descoberto novo mamífero em Portugal, o rato-das-neves

Investigadores da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) anunciaram hoje a descoberta de uma nova espécie de mamífero em Portugal, o rato-das-neves, que vive nas montanhas do Parque Natural de Montesinho, em Bragança.

Gonçalo Rosa

Trata-se de um roedor com "longos bigodes (vibrissas) brancos, patas posteriores muito desenvolvidas e cauda comprida, é pardo, com tons que variam entre o cinzento e o branco e concentra-se exclusivamente em regiões montanhosas".

A espécie cientificamente chamada 'Chionomys nivalis' acaba de dar entrada no registo de mamíferos em Portugal, graças à colaboração do Centro de Investigação e de Tecnologias Agroambientais e Biológicas (CITAB) e do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO-InBIO) da UTAD, como divulgou hoje a universidade.

"Esta espécie não é uma praga: concentra-se exclusivamente em regiões montanhosas e é bastante sensível a alterações do habitat. Além disso, como todos os roedores, tem um papel importante na disseminação de sementes", explicou Hélia Vale Gonçalves, especialista em micromamíferos, do CITAB.

A espécie foi observada no verão de 2014 pelo fotógrafo de vida selvagem Gonçalo Rosa, no âmbito de um trabalho fotográfico de algumas espécies de mamíferos presentes em Portugal.

De acordo com o relato divulgado pela universidade, numa manhã, ao verificar as imagens de uma câmara que tinha colocado debaixo de uma grande pedra de granito, o fotógrafo descobriu que um animal havia ativado a célula.

"O roedor fotografado não parecia ser de nenhuma espécie que eu conhecia", contou Gonçalo Rosa.

As fotografias foram enviadas para os investigadores Hélia Vale Gonçalves e Paulo Barros do Laboratório de Ecologia Aplicada, inserido no CITAB, da UTAD, que confirmaram de imediato que se tratava de uma nova espécie, em Portugal.

A investigadora Hélia Vale Gonçalves explicou que a equipa conseguiu capturar dois animais, que foram libertados depois de registadas as medidas biométricas (peso, comprimento da orelha, cauda, pata posterior e corpo) e recolhidas amostras para análise genética.

Os resultados obtidos "permitiram verificar que são geneticamente próximos, mas diferentes das populações já estudadas do centro de Espanha".

Outra investigadora, Joana Paupério revelou que "o rato-das-neves tem uma distribuição fragmentada na Europa, pois encontra-se restrito a zonas montanhosas, e as suas populações apresentam uma diferenciação genética considerável ao nível mitocondrial".

A investigadora apontou ainda que "a população detetada em Portugal está localizada no limite da área de distribuição, mas é geneticamente próxima das restantes populações ibéricas".

"As populações espanholas estão classificadas como quase ameaçadas, pelo que a descoberta desta população em Portugal tem elevada relevância para a conservação deste roedor", considerou.

A revista Italian Journal of Zoology acaba de publicar o artigo científico da equipa de investigadores que confirma a presença do mamífero em Portugal.

Os investigadores defendem ainda que "deverão ser conduzidos censos regionais rigorosos da distribuição dos micromamíferos para a efetiva conservação desta espécie".

Lusa

  • Eurogrupo dá luz verde ao Orçamento do Estado
    0:29

    Orçamento do Estado 2017

    O Orçamento português passou no Eurogrupo mas os ministros das Finanças alertam que podem ser precisas mais medidas para cumprir as metas e em março vão voltar a olhar para as contas. Para já, estão satisfeitos com o compromisso assumido por Mário Centeno e mais sete ministros da zona euro, cujos Orçamentos estão em risco de incumprimento.

  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados".Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade. A SIC esteve em Luanda e falou com o advogado Adolfo Campos e com os músicos Carbono Casimiro, Mona Dya Kidi e David Salei. Já todos estiveram presos. Já todos foram vítimas de violência policial. Defendem que "a geração anterior comprometeu o país" e acreditam que só a mudança política pode trazer um futuro melhor. Para estes jovens activistas, a guerra que arrasou o país, e com que o regime justifica tudo, não deixou heróis, apenas "vilões e vítimas".

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59